O realizador e argumentista Ryan Coogler está de regresso a Wakanda, nação africana ficcional do mundo de Black Panther (2018), para a continuação do filme de super-heróis. A notícia foi avançada hoje, dia 11 de outubro, pela revista americana The Hollywood Reporter.

Black Panther 2 é, para já, o nome do projeto de Ryan Coogler, que voltará não só a realizar mas também a escrever o guião, desta vez da sequela de um dos filmes mais badalados do ano. É ainda esperado que Chadwick Boseman volte a encarnar o papel de T’Challa (ou Pantera Negra), bem como o regresso de outros atores importantes no primeiro filme.

A editora Marvel Comics ainda não comentou a divulgação, e portanto ainda não há detalhes sobre o enredo desta sequela. Assim, não foi definida a data de estreia de Black Panther 2.

Vê também: Lilo & Stitch é a próxima aposta live-action da Disney

O primeiro filme, que estreou a 15 de fevereiro em Portugal, bateu recordes em todo o mundo, tendo sido o filme da Marvel Comics com maior receita nos Estados Unidos (pouco mais de 600 milhões de euros). Para além de Ryan Coogler estar na eminência de uma primeira nomeação a Oscar, é antecipado que a sua terceira longa-metragem esteja na lista dos melhores filmes do ano para a Academia.

A revista americana Variety adianta, por outro lado, que a produção estará para começar no final de 2019 ou no começo do ano seguinte, dependendo da prontidão do argumento. As fontes citadas por esta revista especulam, por fim, que o cineasta estará a planear realizar uma produção mais pequena antes de se lançar a Black Panther 2.

Uma das hipóteses seria um remake do clássico dos anos 50, Doze Homens em Fúria (1957), mas é para já incerto sobre qual dos projetos se debruçará primeiro Ryan Coogler.

Depois de ter realizado Creed: O Legado de Rocky (2015), Ryan Coogler é produtor-executivo na respetiva sequela, Creed II, que estreia em Portugal em menos de dois meses (6 de dezembro).