Neste feriado de 5 de outubro, é natural que as atenções estejam centradas nas celebrações da Implantação da República. Mas nesta data é também assinalado o Dia Mundial do Professor. Numa semana (ou nos últimos tempos, aliás) em que os professores andam nas bocas dos portugueses– ou, pelo menos, dos jornalistas -, o Espalha-Factos traz-te sugestões de livros para pensar a Educação em Portugal e alguns dos seus temas mais transversais.

(1) Se não estudas, estás tramado,
de Eduardo Marçal Grilo

Ministro da Educação entre 1995 e 1999, Marçal Grilo é sobejamente conhecido como um pensador no que ao rumo das escolas diz respeito. Este livro resulta precisamente dessas reflexões. Publicado mais de uma década depois do término do seu mandato e tendo passado, entretanto, quase outra década, esta obra promete ser uma boa leitura para aqueles com interesse num balanço das problemáticas educacionais.

Ano de publicação: 2010
Editora: Tinta da China
Wook | 16,05 euros

Fonte: Tinta da China

(2) Escritos sobre a Educação,
de Sérgio Niza

Com organização de António Nóvoa, Francisco Marcelino e Jorge Ramos do Ó, esta obra apresenta-se como um compêndio de textos escritos por Sérgio Niza, fundador do Movimento da Escola Moderna, entre 1965 e 2011.

Ano de publicação: 2012
Editora: Tinta da China
Wook | 19,12 euros

Fonte: Tinta da China

(3) A Sala de AulaDiários de uma Sala de Aula e Mais Diários de uma Sala de Aula,
de Maria Filomena Mónica

Lançados em 2014 pela Fundação Francisco Manuel dos Santos (FFMS) estas três obras foram amplamente divulgadas e apresentam um interessante retrato das salas de aula deste país. Diários de uma Sala de Aula, em formato físico, e Mais Diários de uma Sala de Aula, em formato digital, são retratos de cenas reais, descritas por professores, alunos e pais. Já A Sala de Aula é uma reflexão de Maria Filomena Mónica sobre este tema difícil que é a escola.

Ano de publicação: 2014
Editora: Fundação Francisco Manuel dos Santos
Pack Wook | 12,00 euros; FFMS | PDF gratuito

Fonte: Wook

(4) Políticas, Fundamentos e Práticas do Currículo,
de AA.VV.

Esta obra é uma compilação de artigos apresentados num Colóquio Lusobrasileiro realizado em 2010, na Universidade do Porto, e subordinado à área das políticas curriculares. Versando várias problemáticas, estes textos propõem um debate sobre uma educação que se quer democrática.

Ano de publicação: 2011
Editora: Porto Editora
Porto Editora | 19,12 euros

(5) O Futuro da Escola Pública,
de Mário Nogueira

Se agora fizéssemos aquele jogo preconizado pelo humorista Pedro Teixeira da Mota, diriam que Mário Nogueira é mais cara que nome ou mais nome que cara? Qualquer que seja a escolha, a verdade é que este dirigente sindical, pelo nome ou pela cara, é familiar à maior parte de nós, especialmente aos que passaram pelas carteiras da escola pública nos últimos anos. E o que defende? Neste livro, publicado em 2014, encontraremos uma boa parte da resposta a esta questão.

Ano de publicação: 2014
Editora: Nova Vega
Wook | 9,33 euros

Fonte: Wook

(6) O Governo das Escolas,
de Virgínio Sá e Licínio C. Lima

Um dos pontos mais interessantes desta obra de Virgínio Sá e Licínio C. Lima será o facto da sua análise ter como ponto de partido exemplos de vários países. O foco? A gestão escolar, a democracia nas escolas, as políticas públicas de administração escolar, a autonomia e o controlo, a liderança e os diretores.

Ano de publicação: 2017
Editora: Edições Humus
Wook | 13,50 euros

(7) Escola: Uma Tribo Global,
de João Ruivo

Este livro é mais um compêndio de reflexões de um relevante nome na investigação da Educação em Portugal. Neste caso, João Ruivo, que nos faz pensar sobre a escola enquanto “comunidade educativa total e global”.

Ano de publicação: 2017
Editora: RVJ Editores
Wook | 16,00 euros

(8) Crónicas sobre Educação,
de Jorge Valadares

Os exames, as formações de professores, a reestruturação da rede escolar, os rankingsJorge Valadares debruça-se sobre estes temas, tendo por base tanto a sua investigação científica, como a sua experiência enquanto docente.

Ano de publicação: 2016
Editora: Caleidoscópio
Wook | 12,72 euros

Fonte: Wook

(9) Difícil é Educá-los,
de David Justino

O seu serviço como Ministro da Educação (2002-2004) e o tempo como Presidente no Conselho Nacional de Educação colocam David Justino, também, na lista de quem escreve com algum conhecimento de causa. Foi o que fez neste ensaio, onde procurou encontrar razões para o atraso da educação em Portugal.

Ano de publicação: 2010
Editora: Fundação Francisco Manuel dos Santos (FFMS)
FFMS | 3,15 euros

(10) As Novas Escolas,
de AA.VV.

Liberdade de escolha na educação, autonomia, diversidade, auto-organização, novas tipologias de escola… Tudo questões muito pertinentes e que são levantadas nesta publicação. Acresce a enorme vantagem de ser gratuita em formato digital.

Ano de publicação: 2012
Editora: Fundação Francisco Manuel dos Santos (FFMS)
FFMS | 4,50 euros

(11) A Inclusão nas Escolas,
de AA.VV.

Numa sociedade que se pretende cada vez mais inclusiva, a educação não pode ser exceção. A educação especial e a formação de professores são as secções da escola que encontramos analisadas neste livro. Também a este o acesso digital é gratuito.

Ano de publicação: 2014
Editora: Fundação Francisco Manuel dos Santos (FFMS)
FFMS | PDF gratuito

(12) A Escola e o Desempenho dos Alunos,
de AA.VV.

Em mais uma interessante publicação da FFMS, podemos encontrar estudos sobre as retenções, os rankings, a desigualdade, o desempenho escolar e pós-escolar, temas incontornáveis, principalmente, para quem vive o dia-a-dia da escola.

Ano de publicação: 2015
Editora: Fundação Francisco Manuel dos Santos (FFMS)
FFMS | PDF gratuito

(13) A Utilidade dos Saberes Inúteis,
de AA.VV.

Numa sociedade do imediato e do concreto, existe lugar para o concreto? Os autores deste livro defendem que sim, explicam por que é que estas inutilidades também têm importância e alertam para que este conhecimento não está a ser protegido!

Ano de publicação: 2015
Editora: Fundação Francisco Manuel dos Santos (FFMS)
FFMS | PDF gratuito

(14) A escola,
de Paulo Chitas

Nesta publicação, Paulo Chitas retrata a história de sucesso do projeto Turma Mais, na Escola Secundária Rainha Santa Isabel, dando-nos a oportunidade de ler sobre um feliz exemplo de superação do insucesso escolar.

Ano de publicação: 2015
Editora: Fundação Francisco Manuel dos Santos (FFMS)
FFMS | 3,15 euros

Fonte: Wook

(15) Escolas para o Século XXI,
de Alexandre Homem Cristo

Este estudo de Alexandre Homem Cristo será especialmente apelativo para aqueles mais curiosos sobre novos modelos de escolas. São estas escolas distintas, as suas características e o seu funcionamento que são objeto de análise neste livro.

Ano de publicação: 2013
Editora: Fundação Francisco Manuel dos Santos (FFMS)
FFMS | 6,75 euros

Fonte: Wook

LÊ TAMBÉM: REVENGE OF THE 90’S: DEPOIS DAS FESTAS, CHEGA O LIVRO