Outubro está quase a começar. É um mês típico de outono, o tempo vai arrefecer, mas não é por isso que vais ficar em casa! O Espalha-Factos deixa-te várias sugestões de teatro, para animares os teus fins-de-semana.

Teatro Nacional D. Maria II

Logo no dia 2 podes assistir ao Clube dos Poetas Vivos, às 19h, no átrio do teatro, onde se lê e ouve poesia. Com a coordenação de Teresa Coutinho e em parceria com a Casa Fernando Pessoa, nesta sessão está assegurada a presença de Jaime Rocha.

Continuam ainda em cena as peças Teatro e À Espera de Godot. Se ainda não foste ver, podes aproveitar até dia 14 e 7, respetivamente.

LÊ TAMBÉM: À ESPERA DE GODOT: ORIGINAL DE BECKETT ESTREIA NO D.MARIA II

No dia 27 de outubro, o D. Maria propõe-te uma Maratona TEP – 1 dia, 3 espetáculos. Quer dizer que num só dia podes ver O grande tratado de encenação, às 16h30, A tecedeira que lia Zola, às 18h30 e Maioria absoluta, às 21h30. Todas têm em comum a produção do Teatro Experimental do Porto.

O grande tratado de encenação, onde  três jovens projetam a invenção de um país que ainda não existe, está também em cena entre dias 11 e 14. A tecedeira que lia Zola, situa-se em Portugal dos anos 70, e conta a história de alguns jovens a tentar viver os seus melhores anos. Está também em cena entre 18 e 21 de outubro. Por fim, Maioria absoluta é uma peça em cena entre dias 24 e 27, sobre Portugal dos anos 90.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Teatro São Luiz

E porque o teatro não é só feito das peças clássicas, o Teatro São Luiz apresenta-nos este mês várias propostas diferentes. Logo no dia 4, às 21h, podes assistir durante a um concerto de música tradicional madeirense. Mutrama, que representa também uma reconciliação com o passado, é dirigida pelo guitarrista André Santos.

Se és um estudante de artes performativas ou já és um profissional do espetáculo, então no dia 11 tens mesmo de ir ao São Luiz assistir à Masterclass ministrada pelo finlandês Kalle Nio. A entrada é livre, mediante inscrição até ao dia 9 de outubro. Se apenas adoras teatro, adoras os edifícios deslumbrantes, os lustres, as histórias, os fantasmas… não podes faltar à Visita Guiada pela mão de quem trabalha no São Luiz, no dia 13 de outubro, pela 14h30.

Outro programa alternativo proposto é o podcast de conversas/entrevistas sobre política de Daniel Oliveira, Perguntar Não Ofende. Pretende trazer, uma vez por mês, um convidado para falar de política, mas é também aberto à participação do público. Na sessão de outubro, no dia 15, pelas 18h, o convidado é Francisco Louçã.

A partir de dia 25, a sala Luís Miguel Cintra estará ocupada com a peça Netos de Gungunhana. Baseada na trilogia de Mia Couto, As Areias do Imperador, este espetáculo constrói-se a partir da figura de Gungunhana, o último imperador moçambicano que, para alguns, foi um herói e um salvador e, para outros, um ditador e um pesadelo. Esta criação do Teatro O Bando está em cena até 14 de novembro. Na sessão de dia 28 (às 17h30) após o espetáculo haverá conversa com os artistas.

Para encerrar o mês no São Luiz, dia 29 e 30, há encontros sobre políticas de receção e desenvolvimento de públicos, no âmbito do projeto O Público vai ao Teatro. Na sala Bernardo Sassetti e com entrada livre, segunda, entre as 9h30 e as 23h30, e terça, entre as 10h e as 20h, poderás assistir a um conjunto de painéis e oficinas sobre este tema tão atual. Para participares, deves inscrever-te através do mail encontrospvt@gmail.com.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Teatro da Trindade Inatel

Por aqui, continuam em cena as peças A Pior Comédia do Mundo. Tens até dia 27 de janeiro para ir ver esta peça, mas não te distraias e vai mesmo. Credores é a proposta que também continua em cena na Sala Estúdio, até ao dia 7 de outubro.

LÊ TAMBÉM: A PIOR COMÉDIA DO MUNDO: UM ELENCO DE LUXO E UM ESPETÁCULO DE RIR ÀS GARGALHADAS

No dia 17 de outubro estreia a peça Boa Noite Mãe, na Sala Estúdio. Uma conversa entre mãe e filha expõe em palco todos os problemas desta família, muitas vezes comuns a tantas outras famílias. Um texto de  Marsha Norman  com a participação de Ângela Pinto Sylvie Dias.

No espaço do Café-Teatro, o ODD Trindade, podes assistir a uma comédia com tendências românticas: Amor e Redes Sociais. Em cena aos sábados às 21h (exceto no dia 13), podes ver a história de um casal saturado com a rotina instalada na sua relação. Ambos criam um perfil falso no Facebook, como um escape ao dia a dia. Mas rapidamente terão uma surpresa.

Este slideshow necessita de JavaScript.

CCB

De 4 a 6 de outubro, podes ver no Pequeno Auditório do CCB a peça A Fera na Selva. Esta peça de Marguerite Duras, encenada por Miguel Loureiro aborda o tema do medo:  o grande medo perante o desconhecido, o medo que nos paralisa a todos. Com a participação de Filipe Duarte e Margarida Marinho.

Teatro em Lisboa

Fonte: divulgação

Teatro Villaret

Os Vizinhos de Cima é a proposta do Teatro Villaret, com estreia no dia 11. Fernanda Serrano, Pedro Lima, Ana Brito e Cunha e Rui Melo são os dois casais que jantam juntos e cujas vidas e experiências são dadas a conhecer ao público ao longo da peça. À medida que a noite avança e as aventuras sexuais de um casal se vão conhecendo, ou outro casal questiona a sua relação. Uma comédia onde temas como a convivência, a coragem, o sexo, o amor e as aparências são abordados com humor e ironia.

Ao longo do mês, às quartas às 21h30 podes ver BecaBeca, um pouco de storytelling, improviso, teatro e música, apresentado pelos Improváveis. Em cada sessão, um convidado diferente partilha o palco com eles.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Teatro Tivoli BBVA

Baixa Terapia é a comédia com António Fagundes que continua em cena até dia 28 de outubro. Três casais encontram-se na sala de espera do psico-terapeuta e fazem uma espécie de auto sessão, sem a presença da terapeuta (que deixou toda a situação preparada. Com um final surpreendente, não podes faltar a esta peça.

Também neste teatro, no dia 23 de outubro, podemos assistir aos The Umbilical Brothers. A dupla Shane Dundas e David Collins apresenta-se pela primeira vez em Portugal. Apresentam-se entre o teatro e o stand-up, com habilidades físicas e vocais incríveis.

Este slideshow necessita de JavaScript.

LÊ TAMBÉM: THE UMBILICAL BROTHERS ESTREIAM-SE EM PORTUGAL EM OUTUBRO

Teatro Ibérico

Mesmo quando Romeu e Julieta já foi apresentada em Portugal de tantas formas diferentes, o Teatro Ibérico ainda consegue inovar. Apresenta-nos uma versão de teatro musical, pela primeira vez no nosso país. Para veres apenas nos dias 5 e 6, pelas 21h30.

Diário de um Migrante, com música e som criados ao vivo, pretende sensibilizar o público para o tema dos migrantes e refugiados. Uma peça adaptada para o teatro pela Companhia João Garcia Miguel, pode ser vista nos dias 12, às 21h30, e nos dias 14, 20 e 21, às 16h. É uma peça dedicada a toda a família, onde podes levar também os mais pequenos.

Entre dias 18 a 20, podes ver A Casa de Bernarda Alba. O texto de Federico Garcia Lorca é o ponto de partida para esta peça, um apelo contra o isolamento que aumenta no mundo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Coliseu Lisboa

No seu 15.º aniversário, o Levanta-te e Ri vem até ao Coliseu. Numa sessão muito especial, com Nilton, Aldo Lima, Francisco Menezes, João Seabra e Fernando Rocha como convidados e a apresentação habitual de Marco Horácio, este programa de stand-up vai poder ser visto no dia 7.

Teatro em Lisboa

Fonte: divulgação

Teatro Camões

E porque a vida não é só teatro, aqui fica uma proposta de bailado. A Companhia Nacional de Bailado, presente no Teatro Camões, apresenta-nos a peça de bailado ITMOI – IN THE MIND OF IGOR. De acordo com Akram Khan, que assegura a direção artística e coreografia, esta peça pretende ser “uma rutura na mente, uma morte no corpo e um nascimento na alma, tudo lembrando-nos que a mente e a imaginação são selvagens e auto-criativas”. Podes assistir a este espetáculo nos dias 11 a 14 de outubro.

Teatro em Lisboa

Foto: divulgação

Para os mais novos

Numa tentativa de aproximar o jazz dos mais novos, Inês Laginha comenta o concerto que a Big Band Junior dá no Teatro São Luiz, no próximo dia 6 de outubro. Este concerto, O Jazz também é para ti, em diálogo com o público, os jovens músicos, o maestro e a pianista e compositora desvendarão como se constrói um concerto. Às 16h, na Sala Bernardo Sassetti. Ainda no São Luiz, a 27 e 28 de outubro, pelas 16h, poderás assistir a Sr Ninguém, uma peça de Gustavo Vicente, que pretende levar os mais novos a considerar a leitura dos jornais, nomeadamente, em papel. No mesmo fim-de-semana, mas pela manhã (11h), podes fazer uma visita especial ao São Luiz, acompanhando os seus sapatos por um percurso fantástico por palco e bastidores. Ao longo de uma hora, seguimos a Madalena Marques atrás dos Sapatos do Sr. Luiz.

No LU.CA, nos dias 7 e 14 pelas 11h, podemos tomar parte da oficina A partir do Impossível, com a coordenação de Madalena Marques. Partindo do pequeno para grande, Madalena leva os mais pequenos a descobrir o que é o universo. Entre 3 e 14, entre as 10h e as 19h, e com entrada livre, passa pelo LU.CA e descobre a exposição de Catarina Sobral intitulada Grande Bang! Esta ilustradora é também responsável pela peça Impossível, em cena dia 6,7, 13 e 14. Todos estes eventos fazem parte do Ciclo Catarina Sobral.

Ainda no LU.CA, a 20 e 21 de outubro, podes assistir à Mini Conferência para miúdas e miúdos curiosos sobre a Utopia. Sobre a orientação de André Leonor, pretende-se explicar o conceito da utopia, num ambiente descontraído, que conta apenas com uma mesa, um sofá, sumo de laranja, um extraterrestre e um orador. A 27 e 28 de outubro, o assunto é poesia, com Poemas de pé para a mão, com Regina Guimarães e Joana Providência.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

As sugestões são muitas, cheias de qualidade. Por isso aproveita e vai ao teatro!

LÊ TAMBÉM: ZÉ MANEL TAXISTA: UMA COMÉDIA CHEIA DE BRILHANTINA E MUITO HUMOR