A Song of Ice and Fire é a saga fantástica de George R.R. Martin que inspirou a série Game of Thrones. Se és um fã hardcore já a deves ter devorado e sabes o que é ficar preso, ansiosamente, a aguardar pelos desenvolvimentos e desenlace da história. George R.R. Martin mantém-nos em espera, mas deu-nos agora algumas pistas sobre o seu próximo livro do universo de Game of Thrones.

O autor norte-americano, de 70 anos, começou a escrever a saga em 1993, publicando o volume mais recente, A Dance with Dragons,  em 2011. No mesmo ano que Game of Thrones se deu a conhecer ao mundo pela produtora HBO.

No entanto, desde 2011, George R.R. Martin não deu continuação à saga que inspirou a prestigiada série e que marginalizou a fantasia um pouco por todo o mundo. A história seguida nas últimas temporadas já não vem diretamente da sua caneta – o ressuscitar de Jon Snow, a chegada de Daenerys a Westeros e a iminente guerra pela sobrevivência da raça humana.

Para quem acha, ainda assim, que não vale a pena ler os últimos livros de Martin por já ter visto como acaba a história, devia saber que o escritor tem sempre truques na manga.

Livro complexo e inesperado

Em conversa com o The Hollywood Reporter, George R.R. Martin partilhou um sentimento que os seus leitores conhecem demasiado bem: que desejava ter acabado The Winds of Winter há quatro anos. Ainda sobre o seu 6.º livro, deu a entender que a complexidade a que habituou os seus leitores não iria faltar no seu próximo livro. A vitória iminente e desejada de Daenerys, talvez não seja assim tão certa quando for contada por Martin.

A Dance with Dragons, o último livro publicado, acabou com a chocante morte de Jon Snow, assim como a 5.ª temporada de Game of Thrones, mas apenas para o ver ressuscitar no início da 6.ª. Irá The Winds of Winter contar a mesma história?

No seu blogue, Martin explicou que o seu próximo livro se ia diferenciar à série em algumas maneiras e manter-se igual noutras. “Neste momento, provavelmente já há uma dúzia de personagens que morreram na série, mas que continuam vivos nos livros, por isso ia ser impossível que os dois ficassem iguais”, explicou.

LÊ TAMBÉM: 10 LIVROS QUE PODES LER ENQUANTO THE WINDS OF WINTER NÃO CHEGA

Porquê ler os livros depois de ter visto a série? 

 

George R.R. Martin

Foto: Pinterest

Para o autor norte-americano vale tudo e a série tem contado quase uma história nova do que aquela que ele conta nos seus livros. Lady Stoneheart, uma ressuscitada Catelyn Stark enlouquecida pela vingança, faz lembrar alguma coisa? E que tal Aegon Targaryen, o sobrinho de Daenerys que sempre julgámos que tinha sido assassinado enquanto bebé e que se vê resoluto em conquistar o seu trono legítimo? Um lugar que Jon Snow ocupa na série mas que nos livros é merecedora de toda uma nova narrativa.

Martin continua a seduzir-nos, sussurrando-nos estes pedaços soltos de informação e capítulos do próximo livro, cada um contado pela perspetiva de uma personagem diferente (e a maior parte estão disponíveis aqui, em português). E o que é que eles nos contam?

Arya Stark continua a treinar para ser um Faceless Man, Theon Greyjoy escapou da tortura de Ramsay Snow diretamente para o campo de Stannis Baratheon, onde se vê de novo na pele de um prisioneiro. Tyrion Lannister é um escravo, mas está a meio de uma fuga devido à aparição inesperada dos Ironborn. E Sansa Stark anda está no Vale, fingindo-se filha ilegítima de Petyr Baelish (que sim, ainda está vivo). Arianne Martell, princesa de Dorne, tenta destronar o seu pai, mas falha e descobre os seus planos para matar os Lannister e oferecer aos Targaryen o seu trono de volta. Aegon Targaryen chega a Westeros antes de Daenerys e nem os laços familiares parecem impedir este conflito iminente. Curioso?

O gosto de George R.R. Martin em chocar os seus leitores pode levá-lo a acabar os seus livros de maneira completamente oposta à série. E, mesmo que não sejas grande fã deste método, ao menos tens duas histórias pelo “preço” de uma só.

Fire and Blood

The Winds of Winter não vai ser publicado antes do próximo ano, mas promete deixar fãs entretidos, pois segundo o The Express, o livro vai rondar as 1500 páginas. Martin tem estado ocupado a escrever a história detalhada da história dos Targaryen e dos seus dragões, 300 anos antes dos eventos passados em A Song of Ice and Fire, num tempo em que eram os “dragões que governavam Westeros”. Começa com Aegon the Conqueror, criador do Iron Throne e estende-se por dois séculos de reinado Targaryen, contado pela voz de um maester da Citadela.

Fire and Blood, o primeiro de dois volumes, ilustrado a preto e branco por Doug Wheatley e com 989 páginas, vai sair nas livrarias americanas a 20 de novembro e nas portuguesas no início do próximo ano, pela mão da editora Saída de Emergência.

LÊ TAMBÉM: O TATUADOR DE AUSCHWITZ: UMA HISTÓRIA DE HORROR, ACASOS E AMOR