Serg Loki, considerado como um dos melhores cosplayers da Rússia, desfilou, pela primeira vez, na Comic Con Portugal, onde também deu um workshop sobre como fazer armaduras e adereços e foi jurado do concurso de cosplay.

Sereno, misterioso e com um sentido de humor apurado, Serg Loki — vestido de Thranduil, rei dos Elfos de O Senhor dos Anéis — esteve à conversa com fãs e curiosos, no passado sábado (8), enquanto mostrou, por exemplo, como criar um capacete com plástico PVC. “É fácil de encontrar e user-friendly”, começou por explicar, antes de mostrar o processo em fotografias. Quando questionado sobre onde arranja o plástico com que trabalha, disse que era muito sortudo, porque tem uma fábrica debaixo do seu estúdio. “Oferecem-me”, disse. “Mas tenho a certeza que em Portugal também é fácil de encontrar.”

Serg também mostrou como criar acessórios, como um medalhão, mas a plateia pareceu delirar sobretudo com a honestidade desarmante e com a vontade que mostrou em conversar e responder a perguntas. O cosplayer profissional até confessou que, apesar de criar os seus próprios fatos e props (o que pode demorar entre três semanas a um mês), compra a maior parte das suas perucas no ebay“Mas tento escolher as mais caras”, esclareceu.

Lê também: As melhores imagens dos últimos dias da Comic Con Portugal 2018

Há cerca de oito anos que é cosplayer e a primeira vez que encarnou um personagem escolheu o Ichimaru Gin do anime Bleach. Contou que, a princípio, não sabia a verdadeira história, mas quando soube, achou muito triste e passou a ser o seu personagem preferido do anime. O momento em que percebeu que queria fazer cosplay, como todos os seus amigos, foi muito importante, admitiu. Ainda assim, foi a primeira vez que ganhou uma competição — da segunda vez que participou — que recorda como o momento mais memorável. “Eu fiz cosplay de Genesis Rhapsodos do Final Fantasy 7: Crisis Core.” Mas o seu cosplay preferido é, desvenda, Terra de Kingdom of Hearts.

Agora é conhecido sobretudo pelo seu cosplay de Loki, o deus asgardiano da Marvel. Ao Espalha-Factos, Serg explicou que a culpa é de Tom Hiddleston , porque “ele representa o personagem inacreditavelmente”. Nervoso miudinho, confessou ainda: “Nunca o conheci, mas quero, a sério. Talvez, no futuro.” Quanto ao presente, Serg acredita que, “no passado, não existiam cosplayers tão bons, fatos tão bons”, e que o próprio também começou a criar personagens mais interessantes.

Antes de dar autógrafos e tirar fotografias com os seus fãs, Serg ainda afirmou estar muito contente por estar presente. “As pessoas têm feito o meu dia”, confessou, antes de pedir a todos que se juntassem para uma selfie.

Selfie partilhada por Serg Loki, na sua página de cosplay