No terceiro dia da Comic Con PortugalDolph Lundgren esteve à conversa com a imprensa nacional sobre Aquaman e Creed II

Nos seus quase dois metros de altura, Dolph Lundgren chegou à sala da conferência de imprensa e foi bastante afável com os jornalistas presentes. Veio de Roma, onde está a realizar um novo filme, diretamente para a Comic Con Portugal, para falar sobre os seus mais recentes trabalhos.

Ganhou protagonismo nos anos 80 graças a Rocky IV e nas décadas seguintes, solidificou a sua carreira cinematográfica, recheada de filmes de ação. No entanto, antes de enveredar por esses trilhos, o sueco tirou o curso de engenharia química, tendo ganho uma bolsa de estudos no MIT, nos Estados Unidos.

Mas foi a paixão pelas artes marciais que o levou a seguir o sonho de ser uma estrela de cinema. Até ao final do ano, tem dois filmes a estrear nas salas de cinema:  AquamanCreed II.

O regresso ao passado

A personagem Ivan Drago de Rocky IV é quase sinónimo de Dolph Lundgren. Mais de 30 anos depois, o lutador de ficção vai voltar ao grande ecrã em Creed II. Para o ator, voltar a ser essa personagem icónica foi algo que o preocupou.

“Tive medo de voltar a interpretar [Ivan Drago] muito em parte devido à perceção que os fãs da saga têm. Receei que pudesse estragar a mística. Mas o argumento [de Creed II] é bom e acho que encerra o ciclo dessa personagem. Foi um desafio interpretá-lo de forma séria, invés de ser uma caricatura”

Sobre o Creed II, Dolph Lundgren refere que Florian Munteanu (que irá assumir o papel de filho de Drago) será o principal rival para Adonis Creed (interpretado por Michael B. Jordan), mas deixa no ar a possibilidade de existirem mais surpresas no enredo escrito por Sylvester Stallone. A estreia está marcada para 21 de novembro

Rei sub-aquático

A sair em dezembro deste ano, Dolph Lundgren irá participar  na estreia cinematográfica de Aquaman. Apesar de não ser a primeira vez que o ator entra num filme de super-heróis (foi o ator principal em The Punisher, de 1989), Lundgren irá encarnar Rei Nereus, no enredo onde Jason Momoa é protagonista.

Realizado por James Wan (Velocidade Furiosa 7 e The Conjuring), o filme conta também com Willem Dafoe e Nicole Kidman no elenco. Dolph Lundgren não se cansa de elogiar os seus colegas e admite que trabalhar em Aquaman foi uma extravagância.

“Gravámos em estúdios recheados de ecrãs azuis e estive praticamente três meses de filmagens a ‘flutuar’ e atado a fios (risos). Parecia que estava a fazer ballet”

Confessou à imprensa portuguesa que o realizador de Aquaman era fã do seu trabalho desde criança. “Ele [James Wan] disse-me que o seu filme preferido era o He-Man [live action] e por isso contactou-me para saber se estaria interessado em participar.

Aquaman tem data de estreia prevista nas salas portuguesas para 20 de dezembro.

Lê também: Comic Con Portugal 18: Nicholas Hoult fala sobre filme onde comunicou só “por grunhidos”