A shortlist do prémio alternativo ao Nobel da Literatura, dado pela Nova Academia sueca, foi anunciada. Quatro autores, de entre uma longlist de 47 selecionada por um comité de bibliotecários suecos, foram escolhidos através de votação online. O vencedor será anunciado dia 12 de outubro e a cerimónia de entrega a 9 de dezembro. O Espalha-Factos mostra-te quais os autores nomeados e as obras que não deves perder.

Haruki Murakami

prémio alternativo

Foto: Portal da Literatura

Nascido em 1949, em Kyoto, Japão, Murakami é hoje o mais lido e conhecido autor japonês. Viveu nos Estados Unidos, mas reside agora no seu país natal. Também reconhecido pelo seu trabalho como tradutor, a sua escrita mistura cultura pop com realismo mágico. É vencedor de vários prémios literários internacionais, e já foi candidato ao Nobel da Literatura. Entre as suas obras, a Nova Academia destaca Norwegian Wood, Crónica do Pássaro de Corda, Kafka à Beira-Mar e a trilogia 1Q84.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Maryse Condé

Foto: Claire Garate / Edition Lattès

Nascida em 1937 em Guadalupe, território insular francês nas Caraíbas, Condé é uma das mais reconhecidas autoras caribenhas, com uma obra que ultrapassa os 20 livros. Foi professora emérita na Universidade de Columbia, Nova Iorque, e vive agora entre Guadalupe e França. A sua literatura lida com temas pós-coloniais, que podem ser lidos nas obras destacadas Desirada, Segu, Crossing the Mangrove, e Who Slashed Celanire’s Throat?.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Kim Thúy

prémio alternativo

Foto: Goodreads

Natural de Siagon, Vietname, Thúy, nascida em 1968, fugiu do país aos dez anos e chegou num barco de refugiados a Montreal, Canadá, onde cresceu e vive até hoje. A sua obra, em francês, maioritariamente na forma de contos, foca-se em temas como a busca da identidade e os perigos do exílio, particularmente através das experiências de refugiados e migrantes. A Nova Academia destaca entre a sua obra Ru, Mãn, e Vi.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Neil Gaiman

prémio alternativo

Foto: página oficial de Neil Gaiman no Facebook

Gaiman, o popular autor britânico, nasceu em 1960 em Portchester, Inglaterra, e vive hoje nos Estados Unidos. Autor, argumentista e editor, começou a carreira como jornalista, mas tornou-se famoso pelo seu trabalho no género fantástico. A sua vasta obra engloba obras tão variadas como a novela gráfica Sandman ou as obras para jovens Caroline e A Estranha Vida de Nobody Owens, assim como O Oceano no Fim do Caminho e Deuses Americanos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Prémio Alternativo ao Nobel da Literatura

Após um caso de assédio sexual ter sido revelado também dentro da Academia Sueca, envolvendo o marido de um membro da prestigiada academia, o prémio para 2018 foi suspenso devido a uma esperada redução de confiança por parte do público após o escândalo.

A Nova Academia foi criada, sem qualquer afiliação à Academia Sueca ou à Fundação Nobel, por mais de 100 figuras da cultura sueca. A escolha dos 47 nomeados foi entregue aos bibliotecários suecos e a seleção dos 4 finalistas ficou entregue ao público mundial através de voto online.

O vencedor será agora escolhido através de um júri composto de especialistas na área da literatura liderados pela editora independente Ann Pålsson. Após a entrega do prémio, a Nova Academia será dissolvida.

LÊ TAMBÉM: LEITURAS PARA TODOS OS GOSTOS: CONHECE 14 AUDIOBOOKS NARRADOS POR CELEBRIDADES