dead can dance
Os Dead Can Dance ficaram aquém daquilo que se esperava.

Dead Can Dance regressam aos palcos e incluem Portugal nos planos

Depois de uma ausência de cinco anos, os Dead Can Dance vão estar em digressão no próximo ano. Portugal foi contemplado com data dupla.

Intitulada de A Celebration – Life & Works 1980-2019, os Dead Can Dance regressam ao nosso país em maio de 2019. O concerto acontece nos dias 23 e 24 desse mês na Aula Magna, em Lisboa.

Os bilhetes serão colocados à venda nos locais habituais nesta sexta-feira (7)

Foi através do Twitter que Brendan Perry, membro dos Dead Can Dance, anunciou que o grupo foi até aos emblemáticos estúdios Abbey Road para masterizar um novo trabalho, o segundo desde a reunião de Perry e Lisa Gerrard em 2011.

A ser lançado em novembro de 2018, o novo trabalho discográfico chama-se Dionysus e, como o próprio nome indica, será focado no mito Dioniso da Grécia Antiga. De acordo com o site Side-line, Lisa Gerrard não irá cantar mas o álbum vai incluir instrumentos de percussão iranianos, flautas típicas da Eslováquia e cantos de pássaros do México e do Brasil.

O percurso deste projeto

O duo australiano Dead Can Dance juntou-se, pela primeira vez, em 1981, em Melbourne e editaram o seu primeiro disco três anos mais tarde. Fascinados por diferentes vertentes da tradição espiritual e pela história medieval da Europa, o grupo reuniu estas influências num projecto musical.

Depois separaram-se em 1998 mas voltaram ao ativo em 2005 para um conjunto de concertos e reapareceu, em 2011, com Anastasis.

A última vez que os Dead Can Dance estiveram no nosso país foi em 2013, onde atuaram por duas vezes. A primeira foi no Coliseu dos Recreios e depois no festival Optimus Primavera Sound (atual NOS Primavera Sound).

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Angelina Jolie. 45 anos da atriz, mãe e ativista humanitária