A decorrer no Jardim das Amendoeiras em Linda-a-Velha, o festival de música e artes plásticas regressa nos dia 19 e 20 de outubro com muitas novidades e já tem quatro bandas confirmadas no cartaz.

“Alimenta a tua mente” é o lema que promove a segunda edição do Festival Aciprestes cujo principal objetivo consiste na divulgação de novos artistas portugueses.

As confirmações até agora

A banda Chá do Chile foi a primeira confirmação do Festival Aciprestes. Na sua página de facebook, o grupo diz-se focado em compor um “som chill, com influências de ska, indie e ritmos alucinantes da música africana”. Até ao final do ano, têm intenção de editar o seu primeiro EP Truta Fruta.

https://www.instagram.com/p/Bms9_xOAWiH/?taken-by=festivalaciprestes

Os Jupiturno são também um dos nomes confirmados nesta segunda edição. Inseridos dentro do espírito alternativo dos anos 70, o grupo foi finalista do concurso EDP Live Bands 2018 e está de momento a planear a gravação do seu EP de estreia.

Os albicastrenses Wakadelics e o quinteto lisboeta Conjunto!Evite também vão estar presentes no Festival Aciprestes.

Génese do festival

De acordo com o comunicado de imprensa, o festival de Linda-a-Velha é “um evento sem fins lucrativos que visa a divulgação de novos artistas portugueses e pretende tornar-se numa plataforma de incentivo à criatividade”. Para além de atuações ao vivo, o festival Aciprestres vai contar com uma galeria de arte e artesanato.

No ano passado, o festival contou com a presença dos Zanibar Aliens, Bunny O’ Williams, Zarco, Plexus, Savanna entre outros.