Foi esta quarta-feira (29) confirmado pela Paramount Pictures que Um Lugar Silencioso, filme de terror escrito e realizado por John Krasinski, terá uma sequela com estreia marcada para maio de 2020.

Um Lugar Silencioso estreou em Portugal em maio deste ano e, mundialmente, foi um sucesso crítico e de popularidade. Com orçamento de 14,5 milhões de euros, faturou em bilheteira mais de 283 milhões, permanecendo o filme mais visto nos Estados Unidos durante três semanas consecutivas, feito raro quando se tem em conta o género a que pertence.

O filme passa-se num futuro não muito distante, à volta de uma família que luta em silêncio pela sobrevivência depois de uma invasão alienígena. Apesar de invisuais, essas criaturas exteriores à Terra que cá permanecem têm uma audição apuradíssima que ao menor vestígio de som caçam e chacinam a sua origem. Como a filha mais velha é surda, esta família aprendeu língua gestual ainda antes da invasão e consegue comunicar da forma mais eficiente para as circunstâncias em que o mundo vive.

Com história original de Bryan Woods e Scott Beck, o papel de pai foi oferecido a John Krasinski que, por ter gostado muito do enredo, fez questão de se oferecer ainda como realizador e argumentista para afinar a narrativa, juntando esses dois cargos ao de ator. Para o papel de matriarca, pensou em várias atrizes mas, na viagem de avião para ir vender a ideia final do filme à Paramount, Emily Blunt (a sua mulher fora do ecrã) leu o argumento e acabou por pedir para ser ela a escolhida. O resto, só mesmo vendo o filme.

Numa entrevista à Deadline em maio, já Krasinski tinha referido que poderia ser interessante ver numa sequela aquilo que se passou noutro sítio, com outros personagens, enquanto os eventos do primeiro filme decorriam. Se a história é essa ou se o ator estará de regresso ao papel de realizador são ambas questões que não foram ainda confirmadas. Até lá, podes alugar ou comprar o filme, desde que não faças muito barulho.