Agora é oficial. Depois de um verão com ainda mais rumores e especulação do que é normal, a Apple enviou convites para um evento no Apple Park a 12 de setembro, por volta das 18h00 no horário de Lisboa.

Para além da nova geração de iPhones já associada ao outono, esperam-se atualizações drásticas em quase todos os principais produtos vindos de Cupertino, assim como datas definitivas para os novos sistemas operativos iOS 12, macOS Mojave, tvOS e WatchOS 5, já anunciados no verão.

Pouco tempo depois do evento ser anunciado, o site 9to5Mac conseguiu imagens promocionais que revelam prematuramente os novos iPhones (denominados XS) e Apple Watch Série 4.

Tendo isto em conta, aqui está tudo o que se espera deste evento recheado de novidades.

iPhone (9) e múltiplos iPhone XS

iphone x

Imagem: Apple

Os novos smartphones, revelados prematuramente, vêem continuar o novo paradigma trazido pelo iPhone X em 2017, com um ecrã maximizado (e o consequente notch) e controlo natural à base de gestos.

Esperam-se três modelos novos: um virtualmente idêntico ao iPhone X equipado com um novo processador A12 e outras melhorias internas; uma versão Plus com um ecrã de 6,5 polegadas e um modelo com dimensões intermédias mais económico.

Este último, denominado provisoriamente de iPhone 9, é o que levanta maiores questões, por possivelmente vir equipado com um painel LCD (em vez do OLED do iPhone X), cores vibrantes e dispensar a câmara telefoto secundária e a tecnologia 3D Touch, presente desde o iPhone 6S.

Novos iPad Pro prometem impressionar

É comum em produtos da Apple uma tecnologia ou funcionalidade surgir num dispositivo e ir-se disseminando ao longo de toda a gama, como aconteceu com a autenticação Touch ID ou o sistema de ajuste de brancos True-Tone.

Assim, espera-se que os novos iPads tenham muito em comum com o iPhone X, com margens minimizadas, ecrã arredondado nos cantos e reconhecimento facial em vez de impressão digital.

Não se espera que os ecrãs passem a ser OLED por questões de custos, mas a verdade é que os ecrãs já são um ponto forte da gama iPad Pro.

Para além destas mudanças, esperam-se novos processadores A12X, que prometem uma performance ainda melhor.

Apple Watch Series 4: o maior redesign até agora

O Apple Watch sagrou-se líder do mercado dos smartwatches, mas a Apple procura continuar a disseminação da nova linguagem visual para o seu menor dispositivo.

Espera-se que os novos relógios mantenham os mesmos tamanhos (e compatibilidade com as diversas braceletes no mercado) mas que os ecrãs sejam maximizados e as arestas arredondadas. Esta seria a primeira grande atualização física desde o lançamento original em 2015.

MacBook Air e Mac Mini

Houve rumores leves sobre atualizações aos dois computadores esquecidos da Apple. Um novo MacBook Air, apontado a estudantes e posicionado com um preço mais baixo do que o ultrafino MacBook e os recém atualizados MacBook Pro.

Por outro lado, o versátil Mac Mini pode marcar uma nova aposta da Apple em computadores desktop tradicionais, atualizado com novos componentes e Thunderbolt 3.

AirPower (finalmente) e novos AirPods

iphone x

Imagem: Apple

O AirPower, uma base de carregamento rápido sem fios para até três dispositivos, poderá finalmente ser lançado.

Não se lembravam? É normal. A Apple anunciou este mítico acessório em conjunto com os iPhones 8/8 Plus e X em 2017, de modo a promover a nova compatibilidade destes dispositivos com carregamento sem fios Qi.

Em conjunto com o AirPower, foi mostrada uma nova caixa para os populares AirPods, que permite carregamento sem fios. É possível que esta função tenha sido guardada para os novos AirPods com suporte para controlos mãos-livres e resistência ao suor.