Razat
Fotografia: Razat | Divulgação

DJ e produtor Razat morre de doença prolongada

Razat, DJ e produtor, ou Baltazar Gallego para os mais próximos, morreu este sábado (25) de “doença prolongada”, aos 31 anos, como avançado pelo Rimas e Batidas. A notícia foi dada por uma publicação no facebook pela Crew Hassan.

Razat era um nome inconfundível do panorama da bass music nacional, tendo colaborado com variadíssimos artistas, como Holly e Beatbombers (Stereossauro+DJ Vibe). Do drum ‘n’ bass ao dubstep e destes para o hip-hop foi um saltinho para Gallego, que fluiu entre os géneros musicais como se entre eles nunca tivessem existido barreiras.

Pela Crate Records, editora fundada pelo artista em 2015, conhecemos O Conto, de L-Ali, Baço (L-Ali & Pesca), Pruridades, de Ângela Polícia, UMPORUM, de SCORP e ainda Creosote, EP de Thomas B.

Em 2018, editou o EP, Saturation, que foi lançado em vinil também, após uma campanha de crowdfunding bastante bem-sucedida, assinado pela Saturate Records.

Ainda este ano, já tinha participado também na compilação COLÓNIA CALÚNIA, para além das músicas lançadas através do seu SoundCloud oficial.

Alguns dos palcos que o artista pisou ao longo da carreira foram os do MusicBox, Europa, Optimus Alive ou ainda LxFactory.

 

 

 

Mais Artigos
Porto x Chelsea
Audiências. Dois milhões viram despedida do FC Porto da Champions