A história de Frankenstein, um dos maiores clássicos literários de sempre, ganha uma nova visão. Desta vez, pelos olhos de Elizabeth Frankenstein, a menina órfã por quem Victor se apaixonou e que morreu estrangulada no dia do seu casamento. O livro é de Kiersten White e vai chegar às livrarias a 25 de setembro.

Frankenstein

Kiersten White | Foto: Goodreads

Kiersten White e a história ainda não explorada de Elizabeth Franklin, ainda não tem data prevista para a publicação em português. Já se encontra disponível na Amazon para reservar, em versão impressa e em kindle.

Kiersten White é já uma autora conhecida nas prateleiras dos portugueses. A sua obra Paranormalidade, foi publicada em Portugal em abril de 2011,. Porque não deve a sua futura obra The Dark Descent of Elizabeth Frankenstein seguir os mesmos passos?

Frankenstein pelos olhos de Elizabeth Lavenza

A história contada em The Dark Descent of Elizabeth Frankenstein começa com Elizabeth Lavenza à beira de ser forçada a ir viver para as ruas. Não come uma refeição digna há semanas, o seu magro corpo está coberto com marcas e sangue pisado, dadas pelo seu “benfeitor” e Elizabeth não sabe onde irá acabar.

Frankenstein

Capa da obra | Foto: Amazon

É assim que chega à casa de Victor Frankenstein, um rapaz solitário e incapaz de sorrir, que tem tudo exceto um amigo. Victor é a sua fuga da miséria. Elizabeth faz tudo o que pode para se tornar indispensável – e consegue. É bem-vinda na família Frankenstein e recompensada com uma cama quente, comida deliciosa e vestidos do melhor tecido. Depressa ela e Victor se tornam inseparáveis.

A nova vida da protagonista de Kiersten White vem com um preço. A sua sobrevivência depende de controlar o temperamento perigoso de Victor Frankenstein e entreter todos os seus desejos, não importa o quão depravados. Detrás dos seus olhos azuis e doce sorriso fica o coração frio e calculista duma rapariga determinada a sobreviver, independentemente do custo… mesmo que seja ver o mundo que conhece ser consumido pela escuridão.

“Eu vi na forma esfomeada com que Henry procurava a atenção e o favor de Victor, que o seu amor era raro, e as coisas raras são sempre as mais valiosas. Assim, tornei-me ainda mais o que Victor queria que eu fosse. Amorosa. Doce. Brilhante, mas nunca tão inteligente como ele. Ria-me das suas piadas e jogadas de Henry, mas guardava os meus melhores sorrisos para Victor, sabendo que ele os colecionava em segredo”.

Caso a história de Elizabeth Frankenstein te tenha prendido a atenção, a Bustle publicou um excerto da obra aqui.

A bela tapeçaria de horror tecida por Kiersten White

As opiniões dos autores de bestsellers da New York Times, são unânimes. Para Stephanie Garber trata-se de“uma bela tapeçaria de horror, tecida com fios de loucura, obsessão e homicídio” e para Megan Shepherd a obras traz “uma nova vida a um clássico muito amado”.

LÊ TAMBÉM: BANDA DESENHADA DA MARVEL VAI FALAR DE TIROTEIOS ESCOLARES