A edição de 2018 dos MTV Video Music Awards (VMAs) decorreu nesta segunda-feira (20) em Nova Iorque, na sala Radio City Music Hall. Camila Cabello recolheu os prémios de Vídeo do Ano, para Havana, e Artista do Ano.

Entre outros, a entrega contou com performances de Ariana Grande, Nicki Minaj, Post Malone e Aerosmith. A cerimónia foi marcada pela presença de Madonna, que introduziu a categoria de Vídeo do Ano.

A noite no Radio City Music Hall

A cerimónia abriu com a condução de Cardi B, que acumulou dez nomeações, número do qual só se aproximavam os Carters (Beyoncé e Jay-Z), com oito. A rapper responsável pelo disco Invasion of Privacy introduziu a performance do cantor canadiano Shawn Mendes, que trouxe ao palco In My Blood, o primeiro single do seu mais recente álbum.

Coube a Tiffany Haddish e Kevin Hart, que atuam no filme Night School, apresentar a categoria Melhor Vídeo Hip-Hop, em que se sagrou vitoriosa Nicki Minaj, com Chun-Li—mais tarde, voltou a destacar-se numa apresentação composta por Majesty e Barbie Dreams, faixas do novo álbum Queen, além do seu verso em FEFE de 6ix9ine.

Ariana Grande levou para casa o Moon Person respeitante ao Melhor Vídeo Pop, atribuído a No Tears Left to Cry. Após a interpretação de High Hopes pelos Panic! at the Disco, a Música do Ano definiu-se como Rockstar de Post Malone e 21 Savage. A noite foi pontuada com atuações dos nomeados para Melhor Novo Artista, incluindo Hayley Kiyoko e Jessie Reyez. Foi Mi Gente, êxito de J Balvin e Willy William, o vencedor da categoria Melhor Vídeo Latino.

Jennifer Lopez apoderou-se do palco com uma performance alusiva à sua seleção como recipiente do Michael Jackson Video Vanguard Award, em celebração da sua videografia. Em demonstração estiveram êxitos como Waiting for Tonight, Get RightJenny from the BlockOn the FloorDance Again e All I Have (em que mais explicitamente evidenciou elementos do videoclipe respetivo); foram incorporados elementos de temas mais recentes como El AnilloAin’t Your Mama e Dinero, que motivou a participação de DJ Khaled. No seu discurso, Lopez explanou o percurso exigente da sua carreira e disse saber “no [seu] coração que o futuro é mais luminoso“, graças aos seus filhos.

Sucedeu-lhe Ariana Grande numa atuação de God Is a Woman, numa performance de motivos celestiais e religiosos, que vibrou com energia feminina, cortesia de um elenco diverso de 50 dançarinas e a presença, no final, da sua mãe, avó e tia. Camila Cabello foi seguidamente reconhecida como a Artista do Ano, enquanto Cardi B granjeia o título de Melhor Nova Artista. Recriando livremente em palco a capa de AstroworldTravis Scott apresentou a faixa Sicko Mode e recebeu a participação de James Blake. Já o prémio de Melhor Colaboração foi endereçado a Jennifer Lopez, Cardi B e DJ Khaled, por via de Dinero.

Várias categorias foram desvendadas fora do palco, incluindo Apeshit dos Carters que conseguiu Melhor Direção de Arte e Melhor Cinematografia, e This Is America de Childish Gambino, que reune os troféus de Melhor Coreografia e Vídeo com uma Mensagem Social. Maluma trouxe aos VMAs, ao vivo, a canção Felices los quatro.

Previamente à apresentação de Vídeo do Ano, a cerimónia recupera uma atuação de I Say a Little Prayer pela “Rainha da SoulAretha Franklin, que faleceu a 16 de agosto. É Madonna a responsável pela apresentação da categoria máxima da noite, num monólogo confessional, em que recupera a história da sua primeira audição, em que decidiu interpretar um clássico de Franklin, (You Make Me Feel Like) A Natural Woman. Madonna entrega o mui desejado Moon Person a Camila Cabello, à conta do vídeo de Havana.

A cerimónia encerra com uma performance conjunta de Post Malone e Aerosmith, passando pelos temas Rockstar (com 21 Savage), Dream On e Toys in the Attic; a última imagem emitida é um retrato de Aretha Franklin.

A lista dos premiados

  • Michael Jackson Video Vanguard Award: Jennifer Lopez
  • Artista Push do Ano: Hayley Kiyoko
  • Música do Verão: Cardi B, Bad Bunny e J Balvin — I Like It
  • Melhor Vídeo Hip-Hop: Nicki Minaj — Chun-Li
  • Melhor Vídeo Pop: Ariana Grande — No Tears Left to Cry
  • Melhor Vídeo Latino: J Balvin e Willy William – Mi Gente
  • Artista do Ano: Camila Cabello
  • Melhor Nova Artista: Cardi B
  • Melhor Direção de Arte: The Carters — Apeshit
  • Melhor Cinematografia: The Carters — Apeshit
  • Melhor Coreografia: Childish Gambino — This Is America
  • Melhor Edição: N.E.R.D e Rihanna — Lemon
  • Melhor Vídeo de Dança: Avicii e Rita Ora — Better Together
  • Melhor Colaboração: Jennifer Lopez, Cardi B e DJ Khaled — Dinero
  • Melhor Vídeo Rock: Imagine Dragons — Whatever It Takes
  • Vídeo com uma Mensagem Social: Childish Gambino — This is America
  • Vídeo do Ano: Camila Cabello e Young Thug — Havana