A nova série baseada no mundo de O Senhor dos Anéis poderá realizar filmagens na Nova Zelândia. O país tem valor especial, pois as trilogias cinematográficas de Peter Jackson foram gravadas no território.

O objetivo da Amazon é dar ao programa um cenário visualmente semelhante aos filmes. A adaptação planeia servir de prequela aos eventos de O Senhor dos Anéis: A Irmandade do Anel, o primeiro filme da trilogia original.

Nas rédeas da série estão John D. Payne Patrick McKay, dois argumentistas que se vão estrear na escrita para televisão. Atualmente, encontram-se, também, a trabalhar no quarto filme da nova saga de Star Trek e no antecipado Godzilla vs King Kong.

Lê também: NETFLIX TESTA ‘ANÚNCIOS’ ENTRE EPISÓDIOS DE SÉRIES

A dupla, em comunicado oficial, demonstrou-se empolgada “por fazermos esta parceria com a Amazon”. Os dois escritores admitem que esta é “uma grande responsabilidade a nosso cargo – este é o começo da maior aventura das nossas vidas”.

All-in para competir com os rivais

A adaptação de O Senhor dos Anéis é a grande aposta do Amazon Prime, o serviço de streaming da Amazon. A produção da série terá um orçamento perto de 437 milhões de euros.

Para colocar em perspetiva, a trilogia de O Senhor dos Anéis, de Peter Jackson, custou aproximadamente 245 milhões de euros. O gasto gigantesco da série pretende superar os sucessos de serviços de streaming rivais, como o da Netflix.

Por agora, a série de O Senhor dos Anéis tem duas temporadas confirmadas. A adaptação tem estreia prevista para 2021.