A jornalista Joyce Ribeiro vai ser a primeira mulher negra a moderar um debate entre candidatos presidenciais nos 68 anos de história da televisão brasileira.

O confronto acontece na segunda-feira (20) na TV Aparecida, televisão de inspiração católica, e vai juntar todos os candidatos ao ato eleitoral, com exceção de Lula da Silva, que continua impedido de participar, por estar na prisão. O programa será transmitido, em simultâneo, por todas as televisões brasileiras com ligação à religião Católica.

Em declarações citadas pelo RD1, a jornalista admitiu estar “muito feliz com a missão e o desafio“, sublinhando que “o debate é importante e uma peça fundamental para esclarecer a população sobre o que cada candidato oferece para essa mudança [do Brasil]“. As Eleições Presidenciais estão marcadas para o dia 7 de outubro e contam, até agora, com 13 candidatos.

País de maioria negra com problemas de representatividade

No Brasil, um país com mais de metade da população negra ou mestiça, o problema da representação mediática da diversidade continua a estar na ordem do dia. De acordo com o estudo feito pela Vaidapé em 2017, apenas 3,7% dos apresentadores brasileiros são negros.

Joyce Ribeiro, contratada pela TV Cultura em 2018, mas com passagens pelos canais SBT e Record TV, já tinha quebrado barreiras antes, quando se tornou a primeira mulher negra a ser pivô de um programa informativo. A jornalista fez o bacharelato em Jornalismo na FIAM, em São Paulo, e é pós-gradudada em Jornalismo Económico e Político pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Recentemente, também a Rede TV!, canal onde trabalha atualmente o apresentador João Kléber, fez história, ao escolher pela primeira vez uma dupla de jornalistas negros para apresentar o seu principal noticiário, o RedeTV! News.