Bungee Jumping
Bungee Jumping (Fotografia: Strocchi/ VisualHunt)

Sete pontes para fazer bungee jumping: uma delas é de vidro

O bungee jumping é um dos desportos radicais mais desafiantes. São já inúmeras as pontes de onde se pode saltar suspenso por uma corda. A maior ponte de vidro suspensa do mundo, na China, já inaugurou a plataforma onde os mais aventureiros podem praticar a atividade. Além desta, o Espalha-Factos enumera as sete melhores pontes para fazer bungee jumping.

Saltar para o vazio apenas suspenso por uma corda elástica é um momento de pura adrenalina com origem em rituais milenares. Ver vídeos de praticantes do bungee jumping já dá a volta à barriga, mas fica a saber onde podes ficar de cabeça voltada para baixo.

1. Maior ponte de vidro do mundo – China (300 metros de altura)

Foi em agosto de 2016 que a China inaugurou a maior ponte de vidro do mundo. Exatamente dois anos depois, tornou-se possível fazer bungee jumping nesta mesma ponte.

Desenhada pelo arquiteto israelita Haim Dotan, conta com 430 metros de extensão e está a 300 metros de altura. A estrutura localiza-se no grande desfiladeiro do Zhangjiajie e as paisagens que oferece são uma grande atração para os turistas.

Para os praticantes do desporto radical, a vista não tem a máxima atenção: os olhos estão ora fechados, ora a focar o local da queda.

A plataforma para a prática de bungee jumping está a 260 metros do chão e é já um recorde. Deixa para trás a ponte de vidro de Macau com 233 metros de altura.

China
Maior ponte de vidro suspensa do mundo – China (SapoViagens)

2. Ponte Kawarau, Queenstown – Nova Zelândia (43 de altura)

Desenhada por Harry Paisley Higginson, a ponte Kawarau faz parte da trilha Queenstown, na Nova Zelândia. Atravessa as águas azuis do rio Kawarau, por onde já sobrevoaram – em bungee jumping – mais de 650 mil pessoas.

O site Aj Hackett Bungy Company foi o primeiro a comercializar a atividade e atualmente oferece um leque mais vasto de experiências. A partir dos 10 anos, até à idade em que o coração o permita, todos podem experimentar.

Bungee Jumping
Ponte Kawarau, Nova Zelândia (mat79/ VisualHunt)

3. Ponte Bloukrans, Tsitsikamma – África do Sul (216 metros de altura)

A Ponte Bloukrans é uma das mais altas do mundo e situa-se entre as reservas naturais e as riquezas ecológicas da Rota dos Jardins da África do Sul.

Em 1983, a obra com 451 metros de comprimento ficou concluída, permitindo a partir dela comtemplar a natureza das montanhas, do céu e de parte do Oceano Índico.

O príncipe Harry e Jack Osbourne já lançaram os pés em direção ao rio Bloukrans. A prova de que estão vivos já te deve dar uma maior confiança para saltar a 216 metros do solo.

Bungee Jumping
Ponte Bloukrans, Tsitsikamma – África do Sul (Fotografia: Josh*m/ VisualHunt)

4. The Last Resort, Tatopani, Nepal (160 metros de altura)

Quando não bastava saltar de cabeça para baixo, a experiência de bungee jumping do The Last Resort acontece sobre um dos rios mais selvagens do Nepal.

O rio Bhote Kosi fica a uma distância de 160 metros da ponte. Além de bungee jumping, o The Last Resort tem outros desafios, como rafting e canoagem.

Bungee Jumping
The Last Resort, Tatopani, Nepal (Fotografia: Marc van der Chijs/ VisualHunt)

5. Bungee jump water touch, Albufeira, Algarve (50 metros de altura)

Portugal? Sim, também está na lista.

Numa seleção dos melhores pontos de bungee jumping na Europa, a Red Bull selecionou Portugal para o 13.º lugar. A particularidade do salto português é que integra o grupo dos cinco bungee jumpings com toque de água disponíveis em todo o mundo.

Fica na marina de Albufeira e o frio na barriga é igualmente marcante como noutras experiências no estrangeiro. A atividade decorre apenas entre junho e setembro. Puxado pela corda de 50 metros já saltou o bungeeiro Carlos Mosca Dionísio.

Bungee Jumping
Bungee jump water touch, Albufeira, Algarve (Fotografia: experitour)

6. Crane Jump em Kaivopuisto, Helsinki, Finland (150 metros de altura)

É em Helsinki Kaivopuisto que podes saltar dos 150 metros e ter uma vista privilegiada sobre a capital finlandesa.

Tal como em Portugal, só está disponível no verão, por isso é importante reservar atempadamente (porque há tantos aventureiros como tu).

São cerca de 50 metros em queda livre e é atingida uma velocidade de cerca de 120 Km/h. Ou seja, se fosse uma autoestrada, estavas dentro dos limites de velocidade. Neste caso, é o teu corpo que vai testar os limites da adrenalina.

Bungee Jumping
Crane Jump in Kaivopuisto, Helsinki, Finland (Fotografia: skybreakers)

7. Vale Verzasca, Ticino, Suíça (220 metros de altura)

Considerado o maior salto de bungee no ranking da RedBull, o salto na Suíça é o mais alto da Europa: 220 metros.

Aqui não há espaço para pensar. Atirar de cabeça é a solução para travar a ansiedade de saltar uma das maiores alturas praticadas no bungee jumping. Saltar no vale Verzasca é também reviver o filme de James Blond, Golden Eye, onde foi gravada a cena de abertura.

Bungee Jumping
(Fotografia: Irene Grassi/ VisualHunt)

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Eline Powell em Siren
‘Siren’ é cancelada após três temporadas