O mistério foi revelado esta quinta feira (9). No Unpacked, evento anual da Samsung, foi oficialmente anunciado o Galaxy Note 9, mas não veio sozinho. Há ainda um smartwatch, uma coluna inteligente e mais novidades para conhecer.

A dias do grande evento, já tinham surgido online algumas imagens do que estava para chegar, mas a gigante sul-coreana não se ficou apenas pelo smartphone e revelou novos produtos Galaxy para uma plateia cheia, num evento que decorreu no Barclays Center, em Nova Iorque.

Espalha-Factos reuniu tudo o que foi desvendado neste evento e dá-te a conhecer as principais características de cada um dos gadgets.

Galaxy Note 9: uma versão melhorada do seu antecessor

Uma das estrelas da tarde, o novo Galaxy Note 9, não deixa enganar e revela-se visualmente semelhante aos seus irmãos da gama Galaxy. No entanto, apresenta um ecrã AMOLED consideravelmente maior, com 6,4 polegadas, assim como a maior bateria inserida num dispositivo Note: os seus 4,000mAh (miliamperes) prometem bateria para o dia inteiro. Este é o smartphone mais rápido e resistente que a Samsung já trouxe ao mercado.

Samsung

Este é o novo Galaxy Note 9. (Fotografia: TechCrunch)

Estas são melhorias face ao seu antecessor, que chegam também à memória interna. O Note 9 vai ter duas versões: uma com 128 GB de memória interna e seis gigabytes de RAM e outra com 512 GB de memória interna e oito de RAM, prometendo também a expansão de armazenamento através de um micro SD de 512 gigabytes – que oferece a possibilidade de agregar mais de um terabyte de memória (uns impressionantes 1000 GB).

Conhece a análise do Espalha-Factos ao Galaxy Note 8

S Pen, que continua a distinguir o Note de outros equipamentos, também foi alvo de algumas melhorias. A caneta continua a encaixar-se no phablet quando não está a ser utilizada, mas agora, surge no acessório uma ligação Bluetooth de baixa energia.

A caneta revela-se agora útil para tirar selfies à distância ou controlar apresentações, até uma distância de dez metros. Necessitando de carga, visto incluir estas funcionalidades, pode ser carregada totalmente numa questão de segundos quando inserida na sua ranhura.

samsung

A S Pen do Galaxy Note 9.

No que toca à câmara, surgem também diversas novidades. Tal como o Galaxy S9 e o S9+, apresentados em fevereiro, as câmaras traseiras (de 12 megapíxeis cada) adaptam-se à luz do exterior, a dupla abertura, permitindo melhor qualidade em fotografias nos ambientes mais escuros. Além disso, é capaz de reconhecer o que está a fotografar para evitar falhas, permitindo a melhor captura possível.

Também o sensor de identificação de impressões digitais (juntamente com o sensor de batimentos cardíacos) muda de lugar, deixando o espaço junto à câmara para se posicionar um pouco mais abaixo, a meio da capa traseira.

samsung samsung

Este será também o primeiro dispositivo da Samsung a incluir uma segunda versão do sistema Bixby, que agora terá uma capacidade refinada de encontrar eventos, fazer reservas ou até marcar uma viagem em sistemas como a Uber, de forma fácil, rápida e inteligente, de acordo com os hábitos e gostos do utilizador do smartphone.

É ainda de referir a aptidão do phablet para ver vídeos e jogar videojogos. O Youtube nomeou o Note 9 como um dos seus aparelhos recomendados, pela experiência que pode proporcionar com o seu ecrã alargadoJá o Fortnite, famoso jogo online, anunciou a sua chegada ao sistema Android e os utilizadores do novo dispositivo vão poder ser os primeiros a experimentar a versão do jogo para este sistema, de forma exclusiva.

Os preços começam nos 999 dólares (cerca de 867 euros) e o lançamento oficial do Note 9 está marcado para 24 de agosto, com a pré-venda a iniciar-se já no dia 10 deste mês. Em Portugal, o preço inicial é de 1029,99 euros.

Galaxy Watch: de Gear para a famosa galáxia

As suspeitas confirmaram-se e a Samsung anunciou mesmo o Galaxy Watch. Na verdade, esta é a iteração dos relógios Gear, que agora recebem um novo conjunto de funcionalidades e melhorias.

O relógio inteligente recebe agora um ecrã AMOLED de alta resolução, protegido por um vidro ultrarresistente e será ainda à prova de água. Uma das principais vantagens é a bateria, que dura vários dias sem precisar de ser recarregada – cerca de 80 horas.

samsung

Foi apresentado o Galaxy Watch, sucessor do Gear.

As suas aplicações vão permitir monitorizar a saúde, o stress, exercício físico e até o sono do seu utilizador, através de sensores que, em contacto com as aplicações presentes num smartphone da Samsung, farão relatórios detalhados que ajudam a melhorar os hábitos de quem usa os equipamentos.

A sincronização ao telemóvel permite ainda responder a mensagens de texto, ver o calendário ou até os lembretes, mas a Samsung afirmou já estar a trabalhar numa nova versão que terá as mesmas funções de forma independente do smartphone.

As três versões do Galaxy Watch.

smartwatch terá duas versões: uma de 42mm (ecrã de 1,2 polegadas) e outra maior de 46mm (ecrã de 1,3 polegadas). Poderá ainda ser carregado sem fios, num dispositivo partilhado com o Note 9. Chega a Portugal a 21 de setembro, ainda sem preços disponíveis – lá fora, serão vendidos a 330 dólares (cerca de 286 euros) e 350 dólares (cerca de 303 euros).

Galaxy Home: uma coluna inteligente

Apesar de não terem sido reveladas todas as informações sobre o produto, a Galaxy Home teve uma entrada em grande e não deixou o público indiferente. Esta coluna inteligente vem fazer frente às já conhecidas Echo da AmazonHome da Google e o HomePod da Apple e a Alexa e a Siri dizem olá à sua prima mais nova – a versão da Bixby para a coluna.

samsung

Esta é a Galaxy Home, a primeira coluna inteligente da Samsung. (Fotografia: CNET)

A coluna é composta por seis colunas internas e um subwoofer, que, em conjunto, permitem uma melhor qualidade de som. Inclui ainda oito microfones de longo alcance, essenciais para que o serviço de inteligência artificial consiga ouvir o utilizador em qualquer área da casa. Basta dizer a frase “Hey Bixby” e a IA é ativada, ouvindo os pedidos do utilizador.

Para já, a prioridade da Samsung é a qualidade do som – as funcionalidades como compras chegam mais tarde – e, também, a interação entre os vários produtos da marca, desde os smartphones às televisões e até (sim) aos frigoríficos. Um dos principais exemplos desta interatividade surgiu com o anúncio da parceria com o Spotify, o maior serviço de streaming de música a nível mundial.

samsung

Daniel Elk, CEO do Spotify, a apresentar a parceria com a Samsung no Unpacked. (Fotografia: The Verge)

A parceria com o Spotify permite ligar a conta da plataforma ao sistema da Bixby e tornar o serviço de streaming a opção primária quando se pede à assistente de IA para tocar música. Esta opção vai estar também disponível em outros dispositivos da marca, assim como as smart TV. 

Esta novidade oferece uma verdadeira continuidade no serviço: o utilizador pode começar a ouvir um álbum no seu telemóvel, depois continuar a música na sua televisão assim que chegar a casa e, se desejar, passar o áudio para a Galaxy Home, para continuar a tocar a mesma música. Assim, é oferecida uma verdadeira experiência inteligente multiplataformas.

Spotify torna-se, assim, o principal parceiro musical da Samsung, assemelhando-se à proximidade do serviço Apple Music, com os dispositivos da Apple.

Comparamos Spotify com a Apple Music. Quem ganha?

Ainda não há informação sobre o preço e a data de lançamento da Galaxy Home, mas a Samsung promete mais novidades para o mês de novembro.