A moda sustentável tem sido uma das áreas em que a indústria tem trabalho nos últimos tempos. Reduzir desperdícios, procurar soluções mais amigas do ambiente e tentar minimizar o impacto da indústria da moda junto dos ecossistemas onde se insere é um trabalho a ser realizado diariamente. Desde os grandes retalhistas, aos pequenos criadores, as tentativas de incorporar tecidos recicláveis ou minimizar a quantidade de matéria-prima gasta têm-se verificado.

SUSTENTABILIDADE ‘MADE IN PORTUGAL’Fonte: Divulgação

Em Portugal, a Panareha decidiu criar swimwear masculino feito a partir de plástico reciclado. A proposta da marca é aliar um visual cool e convidativo aos dias de praia. A procura pela criação de um produto que consiga aliar a consciência ambiental e o design é o compromisso da marca, que diz procurar envolver os seus clientes na sua visão e valores.

PODERÁS LER TAMBÉM: GADGET PROMETE AJUDAR NA PERDA DE PESO APENAS COM UM SOPRO

Os calções de banho são produzidos a partir de poliéster, obtido a partir de garrafas de plástico recicladas. A partir desta fórmula, não só o tecido se torna mais resistente, como também a sua secagem passa a ser mais rápida. Os calções foram não só pensados para a utilização nas praias, como para a prática de desportos radicais aquáticos.Fonte: Divulgação

A aposta na reciclagem como uma das linhas condutoras das coleções de criadores e marcas, tem surgido como consequência da discussão em torno da redução de plásticos ou, do quão poluente é a indústria da moda. Esta, que se vê como a terceira mais poluente em todo o mundo, procura através de tecidos reciclados ou diminuição de excessos durante a produção, um caminho viável.Fonte: DivulgaçãoGrandes marcas de retalho como a Zara – do grupo espanhol Inditex -, ou a sueca H&M, tem optado por segmentos dentro das suas diferentes coleções. Linhas de roupa que apelam à consciência ambiental, ou campanhas de doação e troca de roupa por vales de desconto, têm sido algumas das estratégias de comunicação adotadas por estas marcas, para tentar ajudar a indústria da moda, a seguir num caminho mais sustentável e saudável.