Há 26 anos que o Mercury Prize celebra os melhores álbuns gravados por britânicos ou irlandeses; a edição de 2018 teve a sua lista de nomeados revelada num evento realizado esta quinta-feira. Entre os reconhecidos encontram-se os últimos discos de Lily Allen, Florence + the Machine, Jorja Smith ou Arctic Monkeys.

O júri do evento patrocinado pela Hyundai é composto por doze nomes reputados na indústria musical, incluindo locutores das rádios da BBC e as cantautoras Ella Eyre e Lianne La Havas, que atua dia 28 no Belém Art Fest. A cerimónia em que será sagrado o longa-duração vitorioso tem lugar a 20 de setembro, no Eventim Apollo, em Londres.

Eram elegíveis para nomeação os discos de autoria britânica ou irlandesa lançados entre 22 de julho de 2017 e 20 de julho de 2018. Segue a lista dos nomeados para o Mercury Prize deste ano.

  • Arctic MonkeysTranquility Base Hotel & Casino
  • Everything EverythingA Fever Dream
  • Everything is RecordedEverything is Recorded
  • Florence + The MachineHigh as Hope
  • Jorja SmithLost & Found
  • King KruleThe Ooz
  • Lily AllenNo Shame
  • Nadine ShahHoliday Destination
  • Noel Gallagher’s High Flying BirdsWho Built the Moon?
  • NovelistNovelist Guy
  • Sons of KemetYour Queen is a Reptile
  • Wolf AliceVisions of a Life

Como nota a Noisey, a shortlist opõe “grandes nomes”—como Florence + the Machine, Arctic Monkeys ou a banda de Noel Gallagher—a talentos jovens que incluem Jorja Smith ou King Krule.

Os artistas reconhecidos têm partilhado as suas reações no Twitter:

Em 2017, o Mercury Prize foi atribuído ao álbum Process do londrino Sampha, que atuou no segundo dia do NOS Alive. Entre outros álbuns, constavam nas nomeações I See You dos The xx, Gang Signs & Prayer do rapper Stormzy — que figuraram no cartaz do Super Bock Super Rock 2018.