Um grupo de investigadores desenvolveu um algoritmo que consegue falsificar sinais GPS e enviar os alvos para destinos errados, sem que as vítimas se apercebam.

Imagina a seguinte situação: Estás pronto a arrancar para as férias, colocas o destino no telemóvel e lá vais tu, feliz da vida e a cantar “Senhor condutor, ponha o pé no acelerador“, enquanto a aplicação te diz o trajeto. Próximo do destino, a aplicação encaminha-te para uma estrada de mato, onde, do nada, aparecem dois carros que te trancam a passagem e acabas assaltado.

Pode parecer rebuscado e parte de um guião de um filme de quarta categoria, mas situações destas já podem acontecer e sem que notes que estás a ir para o destino errado.

Lê também: Estes são 5 gadgets que vão melhorar as tuas viagens

Investigadores de diversas instituições descobriram uma forma de falsificar sinais GPS, sem que os utilizadores se apercebam da alteração e sem que os seus equipamentos de navegação apresentem qualquer funcionamento anómalo. Para isso, desenvolveram um algoritmo que analisa e replica os mapas, e consegue ainda inserir uma localização falsa no alvo.

O algoritmo desenvolvido pelos investigadores pode ser utilizado num equipamento que custe menos de 250 dólares (aproximadamente, 215 euros). Apesar do preço reduzido, nos testes realizados pelos investigadores, foi possível enganar os sistemas de navegação GPS de um Ford Escape, e de dois smartphones – um da Xiaomi, com Android 8.0, e outro da Huawei, com Android 6.0.

Os testes foram realizados em Chengdu, China. Dos 40 participantes, 38 (95%) foram enganados pelo algoritmo sem que se tivessem apercebido.

O relatório dos investigadores está disponível, em PDF, aqui.