O verão já chegou e, com ele, o sol e o tempo livre. Nada melhor do que um livro para acompanhar esses momentos de descanso. O Espalha-Factos traz-te recomendações para todas as idades, a partir das mais recentes sugestões do Plano Nacional de Leitura e dos novos lançamentos deste ano. Aproveita e tem umas boas leituras!

A pensar nos mais pequenos

Graças ao Plano Nacional de Leitura (PNL), agora atualizado com um sistema de busca que permite pesquisar a partir da idade, nível de leitura, ou tema, os pais têm a vida facilitada quanto à escolha de livros para os seus filhos lerem.

Para os mais novos, sugerimos Roald Dahl, o clássico autor galês de obras tão conhecidas como Charlie e a Fábrica de Chocolate (14,39€ | Wook), ou Matilda (15,50€ | Wook), ambos ótimas leituras. Outro clássico britânico é O Vento nos Salgueiros (16€ | FNAC), lido há gerações pelos mais novos, de Kenneth Grahame, e O Hobbit (22,60€ | FNAC), o clássico de J.R.R. Tolkien.

Para introduzir um pouco de História de Portugal aos mais novos, a dupla Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada tem a série Viagens no Tempo (a partir de 7,12€ | Wook), uma saga de aventuras de dois irmãos e um cientista pela História de Portugal, da fundação do reino ao regicídio, passando pelas florestas do Brasil e as caravelas para a Índia. Também educativo, temos É Assim a Ditadura, de Equipo Plantel (14€ | FNAC).

Nas artes, Violeta e Índigo descobrem Gaugin de Isabel Zambujal (disponível nas Bibliotecas Municipais) faz parte de uma coleção que apresenta arte aos mais jovens, e na literatura, As Aventuras de Fernando Pessoa, Escrito Universal (23,90€ | FNAC), de Miguel Moreira, introduzem Fernando Pessoa ao público infantil. Para os mais à vontade com os livros, o PNL sugere O Paraíso são os Outros (11,97€ | Wook), de Valter Hugo Mãe, e nós também.

Para os jovens a partir dos 12 anos

Para o público jovem, a partir dos 12 anos, as nossas sugestões têm um pouco de tudo, dos clássicos ao Young Adult.

A saga His Dark Materials (cujo primeiro livro, The Golden Compass, foi já adaptada ao cinema), de Philip Pullman, é uma ótima sugestão para quem procura fantasia. Mais recentemente, o autor retornou ao mundo da trilogia e publicou O Livro do Pó (17,06€ | Wook), cuja leitura deve ser precedida pela da série, em português conhecida como Mundos Paralelos (a partir de 16,11€ | Wook). Para quem quer algo mais visual, como uma novela gráfica, O Árabe do Futuro, que já vai em três volumes (19,90€ | FNAC), de Riad Sattouf, e This One Summer (13,03€ | Book Depository), de Jillian e Mariko Tamaki, são ótimas apostas.

Para os que procuram entrar no mundo dos clássicos, sugerimos A Metamorfose, de Franz Kafka (11,11€ | FNAC), Mullherzinhas, de Louisa May Alcott (14,50€ |  Wook), Jane Eyre de Charlotte Brontë (24,50€ | FNAC), Orgulho e Preconceito, de Jane Austen (15,12€ | Wook) e, em português, Laços de Família de Clarice Lispector (14,50€ | Fnac) e a Antologia Poética de Mário de Sá-Carneiro (8,72€ | Wook).

No mundo Young Adult, três recomendações para ler em inglês: The Sun is Also a Star, de Nicola Yoon (8,51€ | Book Depository), e Turtles All the Way Down (15,89€ | Book Depository) ou Looking for Alaska (8,70€ | Book Depository), respetivamente a mais recente e a primeira obra do autor John Green. E, se procuram um desafio, seguimos o conselho do PNL e sugerimos Problemas de Género, de Judith Butler (18€ | Wook).

E para os adultos…

Em 2018 já foram publicados inúmeros livros, por isso fizemos uma seleção um pouco eclética, para que encontres o teu estilo de leitura nas nossas sugestões ou para que te aventures em novos territórios.

Publicado já este mês, O Desaparecimento de Stephanie Mailer  (19,80€ |Wook), é um policial que nos agarra à leitura do início ao final. Uma investigação feita por dois jovens polícias sobre um conjunto de mortes em 1994 determina um assassino e atribui-lhes uma condecoração de mérito. Vinte anos mais tarde, a jornalista Stephanie Mailer revela novas informações levando a crer que o assassino não é quem eles pensavam. Dias depois, Stephanie desaparece. O suíço Joël Dicker já vai no seu quarto romance, com uma fórmula que resulta sempre: o leitor não imagina o que vai acontecer, até à última página. Melhor que este seu livro, só o anterior, cuja leitura também se recomenda (A Verdade Sobre o Caso Harry Quebert – 22,00€ | Wook).

Quem continua também com uma carreira assinalável na área policial é John Grisham, perdendo-se a conta ao número de livros que já publicou. O mais recente, O Manuscrito (15,93€ | Wook), publicado também este mês, usa o mesmo segredo de sucesso dos anteriores: a experiência do autor enquanto advogado. Um assalto a um cofre da biblioteca da Universidade de Princeton, leva a um roubo de valor incalculável. Bruce Cable, dono de uma livraria na Flórida, dedica-se também ao mercado negro de livros raros. A Mercer Mann, uma jovem escritora, é oferecida uma quantia generosa para se infiltrar nesse mesmo mercado negro. A partir daqui, a teia adensa-se, até ao final.

Ainda nos romances, Isabel Allende, publicou este ano o livro Para lá do Inverno (16,92€ | Wook). Parte da frase de Albert Camus “no meio do inverno, aprendi por fim que havia em mim um verão invencível”, para dar asas a uma história entre 3 personagens: uma mulher chilena, uma jovem imigrante ilegal guatemalteca e um cauteloso professor universitário dão vida a este romance, mostrando que para lá do inverno há espaço para o amor.

Michael Zadoorian publicou Uma Viagem Inesquecível (14,31€ | Wook), que deu origem a um filme com o mesmo nome. Um livro que nos leva a pensar na qualidade da nossa vida e o poder de decisão que temos sobre ela. Os protagonistas desta história são Ella e John, um casal com mais de oitenta anos, juntos há sessenta. Ela sofre de cancro, ele de Alzheimer. O livro conta-nos a viagem da vida deles.

Sobre história de vida, agora reais, a nossa recomendação vai para As Cartas da Prisão de Nelson Mandela (21,60€ | Wook), do próprio Nelson Mandela. 255 de um total de 10.052 cartas escritas são agora publicadas em livro, permitindo-nos conhecer quão incansável Mandela foi na luta pelos direitos humanos. O Tatuador de Auschwitz (14,85€ | Wook), de Heather Morris é igualmente uma história real de um amor entre Lale Sokolov, o tatuador de Auschwitz e Gita, uma jovem à espera de lhe ser tatuado o número que a identificava enquanto prisioneira.

Para quem não seja muito sensível a asneiras (apesar de estarem bem enquadradas no texto e não ofenderem ninguém), a sugestão tem o nome de Jogos de Raiva (17,01€ | Wook). Neste livro, Rodrigo Guedes de Carvalho aborda temas tão pertinentes como o racismo, a depressão, a sexualidade, a adoção e o amor/amizade, através de uma jornada pelo mundo digital.

Para finalizar a lista de sugestões, e por falar em asneiras, não podes passar sem ler A Arte Subtil de Saber Dizer Que Se F*da (13,95€ | Wook). Um livro de reflexões sobre a vida, sem ser um livro de autoajuda. Mark Manson leva o leitor a questionar o seu comportamento do dia-a-dia, de forma a tornar-se mais liberto de si próprio, mas sendo mais individual. Curioso?

Escrito por Ana Correia Soares e Mariana Nunes.

LÊ TAMBÉM: MEDALHA DE MÉRITO CULTURAL ATRIBUÍDA AO POETA GASTÃO CRUZ