Manuel Noriega
Fotografia: Divulgação

Ditadores: De Mussolini a Hussein, Como Moldaram o Mundo em que Vivemos?

De Mussolini a Saddam Hussein, os ditadores transformaram o mundo em que vivemos. Mas como o fizeram? A série documental Ditadores responde a esta e outras questões, a partir de 22 de julho, na National Geographic.

Em seis episódios, revela-se a história de seis ditadores, como ascenderam ao poder e as marcas que deixaram na história. Ditadores examina as táticas usadas por seis dos homens mais poderosos do século passado: Saddam Hussein, Kim ll-sung, Benito Mussolini, Francisco Franco,  Idi Amin e Manuel Noriega.

O primeiro episódio será sobre um ditador recente, que conseguiu dominar o Iraque durante quase um quarto de século. Trata-se de Saddam Hussein, deposto apenas há 15 anos por forças americanas. Segue-se Kim ll-sung, que subiu ao poder em 1950 e tentou transformar a Coreia do Norte na sociedade mais controlada na Terra.

No domingo seguinte, contar-se-ão as histórias de Mussolini e Franco, no terceiro e quarto episódio. Explicar-se-á como Il Duce transformou a Itália no primeiro estado fascista, com a promessa de regressar à grandeza do Império Romano. Enquanto a ditadura italiana permaneceu durante duas décadas, a espanhola durou quase o dobro do tempo.

O penúltimo episódio retratará o percurso de Idi Amin. O soldado de origens humildes criou uma poderosa e sinistra ditadura no Uganda, durante oito anos. Finalmente, falar-se-á de Manuel Noriega, ditador do Panamá durante seis anos. Foi também aliado dos Estados Unidos enquanto trabalhava para Fidel Castro e para o cartel de droga de Medellín.

Ditadores será transmitida em episódios duplos, na National Geographic, aos domingos, a partir de 22 de julho, às 22h30.

Lê também: 5 filmes sobre conspiração e guerra

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
J. K. Rowling
Fãs abandonam J. K. Rowling na sequência de comentários transfóbicos