De Mussolini a Saddam Hussein, os ditadores transformaram o mundo em que vivemos. Mas como o fizeram? A série documental Ditadores responde a esta e outras questões, a partir de 22 de julho, na National Geographic.

Em seis episódios, revela-se a história de seis ditadores, como ascenderam ao poder e as marcas que deixaram na história. Ditadores examina as táticas usadas por seis dos homens mais poderosos do século passado: Saddam Hussein, Kim ll-sung, Benito Mussolini, Francisco Franco,  Idi Amin e Manuel Noriega.

O primeiro episódio será sobre um ditador recente, que conseguiu dominar o Iraque durante quase um quarto de século. Trata-se de Saddam Hussein, deposto apenas há 15 anos por forças americanas. Segue-se Kim ll-sung, que subiu ao poder em 1950 e tentou transformar a Coreia do Norte na sociedade mais controlada na Terra.

No domingo seguinte, contar-se-ão as histórias de Mussolini e Franco, no terceiro e quarto episódio. Explicar-se-á como Il Duce transformou a Itália no primeiro estado fascista, com a promessa de regressar à grandeza do Império Romano. Enquanto a ditadura italiana permaneceu durante duas décadas, a espanhola durou quase o dobro do tempo.

O penúltimo episódio retratará o percurso de Idi Amin. O soldado de origens humildes criou uma poderosa e sinistra ditadura no Uganda, durante oito anos. Finalmente, falar-se-á de Manuel Noriega, ditador do Panamá durante seis anos. Foi também aliado dos Estados Unidos enquanto trabalhava para Fidel Castro e para o cartel de droga de Medellín.

Ditadores será transmitida em episódios duplos, na National Geographic, aos domingos, a partir de 22 de julho, às 22h30.

Lê também: 5 filmes sobre conspiração e guerra