De 20 a 22 de julho a aldeia da Lapa do Lobo transforma-se em Aldeia Cultural, um evento organizado pela Fundação Lapa do Lobo e a Contracanto Associação Cultural, em parceria com várias entidades dos concelhos de Nelas e Carregal do Sal.

O evento realiza-se este ano pela primeira vez e é composto por uma programação diversificada  de atividades lúdicas e culturais que incluem teatro musical, cinema, concertos, ateliers, exposições, poesia, debates, teatro e artes de rua, entre outras.

São “três dias de intensa atividade cultural com os lapenses e para os Lapenses, região beirã e restante território nacional” que contam com a participação de António Zambujo, padrinho desta primeira edição da Aldeia Cultural.

O evento pretende “dar visibilidade à aldeia e às suas próprias gentes” e aos rituais de sempre que se mantêm praticamente intactos nestas localidades. A organização procurou que a programação dos três dias correspondesse “à manifestação cultural das entidades, associações e grupos que têm alguma ligação com as instituições que organizam, neste caso a Fundação Lapa do Lobo e Contracanto“, pode ler-se na página da organização. 

A Aldeia Cultural serve também para lançar o ponto de partida para “novas reflexões”, e demonstrar que “com recursos parcos de uma aldeia também se pode viver muita cultura“.

Algumas das atividades estão sujeitas a inscrição com vagas limitadas. O programa completo está disponível online.

LÊ TAMBÉM: COMPANHIA DE DANÇA DE VISEU PROCURA DESCENTRALIZAR A FORMAÇÃO ATRAVÉS DO SUMMER LAB