Anna Sorokin é uma jovem russa sobre quem pouco se sabe. Anna Delvey era uma herdeira alemã milionária que levava uma vida luxuosa entre a alta sociedade de Nova Iorque. Na realidade eram a mesma pessoa que vivia uma vida dupla, contraiu vários empréstimos, passou vários cheques sem cobertura e agora está presa em Rikers Island.

Esta é a história real que vai servir de premissa ao primeiro projeto da Netflix com Shonda Rhimes. A plataforma de streaming adquiriu os direitos do artigo da New York Magazine (NYMAG) “How Anna Delvey Tricked New York’s Party People“, no qual se baseará a série.

Durante meses, Anna viveu num hotel de luxo, comeu nos melhores restaurantes da cidade, viajou para destinos paradisíacos e registou tudo na conta do Instagram. Aos 27 anos, conseguiu infiltrar-se na elite de Nova Iorque, posando como uma herdeira milionária de origem alemã.

Ficou famosa quando as suas burlas a várias pessoas e instituições financeiras foram reveladas. Encontra-se atualmente presa, mas a sua história tornou-se viral quando o artigo da NYMAG foi publicado em maio.

Ainda não são conhecidas informações oficiais sobre o elenco ou data de estreia prevista. Contudo, a Vanity Fair avança que Jennifer Lawrence e Margot Robbie terão já expressado interesse no papel da protagonista.

Netflix está a atrair conceituados produtores

A série foi anunciada quase um ano depois a produtora de televisão ter deixado a ABC, onde trabalhava há 15 anos, para se juntar à Netflix. Shonda Rhimes é a criadora de Anatomia de Grey, Como Defender um Assassino e Scandal. É ainda autora das séries For The People e Station 19, um spin-off de Anatomia de Grey. Apesar do novo contrato, Rhimes continuou envolvida em todos os projetos da ABC que já estavam em exibição.

Também Ryan Murphy decidiu abandonar a 20th Century Fox e assinar pela Netflix. O produtor é a mente por detrás de American Horror Story, American Crime Story e Glee.