O novo filme de Damien ChazelleO Primeiro Homem na Lua (2018), chega aos cinemas portugueses a 11 de outubro deste ano. O realizador de La La Land: Melodia de Amor (2016) vai poder contar de novo com Ryan Gosling, mas agora a missão é outra: pela primeira vez longe dos panos de fundo musicais, o objetivo de Chazelle é fazer Neil Armstrong (Gosling) chegar à lua.

O filme é baseado na biografia oficial do astronauta, First Man: The Life of Neil A. Armstrong (2005), livro de James R. Hansen. Para esta adaptação, o cineasta pretende contar no grande ecrã a história do primeiro homem a ir à lua, recorrendo às impressões pessoais do protagonista.

O Primeiro Homem na Lua foi escrito para cinema por Josh Singer, que venceu um Oscar pelo argumento de O Caso Spotlight (2015). O guião vai focar-se no sacrifício do astronauta e de uma nação numa das missões mais perigosas da história da humanidade. Na convenção CinemaCon, que decorreu em abril passado, o ator Ryan Gosling caracterizou esta odisseia espacial como “a mais surpreendente viagem da história“.

Ainda fazem parte do elenco Claire FoyJason ClarkeKyle Chandler. A primeira, a quem cabe o papel de Janet – a mulher de Armstrong -, referiu que é difícil acreditar que este filme ainda não tenha sido feito. Por sua vez, Damien Chazelle salientou, no mesmo evento, onde foi apresentado o primeiro excerto do filme, o seu contentamento em relação a isso: “porque vou poder ser eu a fazê-lo“, gracejou.

A história desta produção da Universal Pictures vai ter lugar entre os anos 1961 e 1969, e termina na altura em que, pela primeira vez na história, um ser humano pisou a lua, a 20 de julho e ao serviço da agência espacial americana NASA.

Depois de escrever e realizar tanto o recordista nos Oscars La La Land: Melodia de Amor como Whiplash – Nos Limites (2014), o cineasta mais novo de sempre a vencer a estatueta dourada de Melhor Realizador deixa, como nunca o tinha feito, a autoria de um filme seu para outro argumentista. O Primeiro Homem na Lua tinha como primeira escolha o realizador americano Clint Eastwood, mas acabou por vir a ser o quarto filme da obra de Damien Chazelle e também a sua quarta colaboração com o compositor e seu amigo Justin Hurwitz.

Vê o trailer: