O que têm em comum a Praia de Sesimbra, a Piscina de Avis e a Praia Fluvial das Rocas? Água para banhos, espaço para a toalha… e leituras na biblioteca!

Cerca de 60 Bibliotecas de Verão invadiram todo o território português, espalhadas por praias, piscinas e jardins. Durante os meses de julho e agosto, estas bibliotecas móveis permitem ler os jornais e revistas diários, ler ou requisitar livros e até sentar à sombra a jogar.

Estas bibliotecas existem já há mais de 3 décadas e têm vindo sempre a crescer. Este ano, a novidade são as bibliotecas de jardim, a acrescentar às já tradicionais bibliotecas de praia. O seu objetivo é comum: promover a leitura, oferecer informação atual e incentivar o conhecimento.

Para isso, disponibilizam literatura muito variada. Da banda desenhada aos romances, dos livros técnicos à ficção científica. Seja em português ou noutras línguas, basta preencher um cartão de leitor para ter acesso a todas estas vantagens.

Praia da Califórnia, Sesimbra

Mas nem só de livros vive a biblioteca e as de verão não são exceção. Por exemplo, a biblioteca da Praia da Califórnia, em Sesimbra, funciona todos os dias das 10h às 13h e das 16h às 19h. Esta propõe também jogos (Eu Amo o Mar, dia 19 de julho, às 16h), encontros com escritores (Manuela Ribeiro apresenta o livro Caracolito Lito, dia 24 de julho, às 17h) ou atéoficinas de expressão plástica (todas as segundas, às 16h30).

Se a tua onda é mesmo ler, podes consultar os jornais e revistas diários na biblioteca. Se preferires, podes ainda requisitar qualquer livro durante 3 dias para leres enquanto apanhas sol deitado na tua toalha.

Hábitos de leitura dos portugueses

Nos últimos anos os hábitos de leitura dos portugueses aumentaram 20% a nível dos jornais e apenas 7% nos livros. Cerca de 80% dos portugueses leem jornais, enquanto apenas 57% desta população lê livros.

Com as Bibliotecas na Praia não há desculpa para não ler, pois todos estes serviços são disponibilizados gratuitamente em várias locais do país.

Biblioteca

Foto: divulgação

Os horários variam entre as diversas bibliotecas, mas podem também ser consultados no sítio da Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB).

LÊ TAMBÉM: LOUIS VUITTON VAI DA PASSERELLE PARA A TUA PRATELEIRA