O verão parece finalmente ter chegado e, por isso, o restaurante Pasta Non Basta lançou a sua nova carta adaptada à época. O Espalha-Factos foi experimentar os novos sabores italianos do restaurante em Alvalade (Rua Marquesa de Alorna) e conta-te tudo.

Com um dia soalheiro, nada melhor do que almoçar na esplanada, bem próxima da movimentada Avenida da Igreja. Somos recebidos com simpatia por Frederico Seixas e Vasco Paiva Raposo, dois dos cinco responsáveis do Pasta Non Basta. “Cozinha italiana como se come em Itália, ou seja, genuína e autêntica”: é assim que Frederico define o estilo desta cozinha.

Sumo de ananás, maçã, hortelã e aipo. (Fotografia: Sofia Baptista)

Começamos com um sumo cold pressed de ananás, maçã, hortelã e aipo. Além de não ter adição de açúcar, é refrescante e a hortelã dá-lhe um toque especial. Passamos para a osteria, onde se incluem diversas entradas. O destaque vai para a burrata com pêssego e gispeck (um tipo de presunto). É um prato doce e muito saboroso, com a suavidade da burrata e o salgado do gispeck.

Burrata com pêssego e gispeck. (Fotografia: Catarina Raminhos/Pasta Non Basta)

Ainda na osteria, provamos os mexilhões em escabeche de prosecco. O sabor é fresco e acompanhado pela intensidade do pimento e da cebola. As vongole al forno fazem lembrar sabores bem portugueses: são uma “versão italiana das amêijoas à Bulhão Pato”, caracteriza Frederico Seixas. Estas amêijoas são cozinhadas em forno de lenha e vêm dentro de uma massa fina, que é aberta na mesa. Quando sobra apenas o molho, é aí colocado esparguete al dente que absorve o rico sabor do molho das amêijoas.

Terminamos as entradas com uma bruschetta de figo, presunto e mozzarella. Aquilo que eleva a qualidade do prato é, sem dúvida, a presença dos figos, típicos do verão.

LÊ TAMBÉM: 5 RECEITAS QUE PROVAM QUE A MELANCIA É A FRUTA DO VERÃO
O que seria de um italiano sem massas?

Como indica o nome Pasta Non Basta, as massas não são suficientes para quem gosta de comida italiana, mas são uma parte fundamental. No spaghetti pomodoro e burrata, o molho de tomate é dominante mas a estrela do prato é, mais uma vez, a burrata.

O tortelloni cacio e pepe é o prato ideal para os amantes de queijo. A massa fresca é recheada com queijo pecorino e pimenta e servida com molho de manteiga e sálvia. Provamos ainda a trofie toscane, que surpreende pela cativante cor amarela e pela leveza e equilíbrio entre os espargos e a salsicha toscana.

Pratos com sabor a verão

A salada de farro e camarão da nova ementa do Pasta Non Basta retrata o verão através da sua frescura. O farro é um cereal rico em proteínas que enriquece este prato, que inclui também camarão salteado, abacate, espinafres, pickles de cebola roxa e vinagrete de mostarda Dijon.

As pizzas também não podem faltar numa casa italiana e, por isso, é-nos sugerida a bresaola. Tem mozzarella, tomate marinado, rúcula, parmesão e o toque salgado da bresaola, uma carne bovina magra que é salgada, temperada e depois seca. A massa da pizza é fina e estaladiça.

Pizza bresaola. (Fotografia: Catarina Raminhos/Pasta Non Basta)

Um final doce

Para terminar em beleza, experimentamos várias sobremesas. A novidade para o verão é a crema di mascarpone, com uma calda de pêssego caseira, crumble de amêndoa e mascarpone. A suavidade alia-se ao crocante, o que constitui uma aposta ganha.

Pasta non Basta - nova carta de verão

Crema di mascarpone. (Fotografia: Catarina Raminhos/Pasta Non Basta)

A panna cotta com frutos silvestres é outra das sobremesas da carta de verão, distinguindo-se por ser muito refrescante. Por fim, a já conhecida mousse alla nutella com amendoins caramelizados é a sobremesa perfeita para os mais gulosos.