the incredibles 2
Foto: Disney/Pixar

The Incredibles 2 – Os Super-Heróis: O clássico de uma geração está de volta

Um dos maiores sucessos de bilheteira e mais recordados filmes de 2004, The Incredibles – Os Super-Heróis rendeu mais de 600 milhões de dólares nas bilheteiras internacionais, venceu o Oscar para Melhor Filme de Animação desse ano e marcou lugar na memória de toda uma geração. Catorze anos depois, chega aos cinemas de todo o mundo a tão aguardada sequela, um dos grandes eventos cinematográficos de 2018, e é a estreia que o Espalha-Factos destaca esta semana.

Em The Incredibles 2 – Os Super-Heróis, continuação direta do original, Helen é chamada para liderar uma campanha que irá trazer os Super-Heróis de volta, enquanto Bob se encontra em casa a tratar das tarefas normais do dia a dia, com Violet, Dash e o bebé Jack – cujos super poderes estão prestes a ser descobertos. A missão, no entanto, descarrila e aparece um novo vilão com um brilhante e perigoso plano que ameaça tudo. Mas os Parr não fogem a um desafio, especialmente quando contam com Frozone do seu lado…

A ideia para uma sequela de The Incredibles esteve sempre presente desde a sua estreia, ainda que o realizador e argumentista, Brad Bird, não estivesse imediatamente disposto a avançar. Numa entrevista ao The Hollywood Reporter em 2013, Bird – que desde o primeiro filme realizou Ratatui (2007) e os live-action Missão Impossível: Operação Fantasma (2011) e Tomorrowland – Terra do Amanhã (2015) – confirmou estar a regressar às personagens da família Parr.

the incredibles 2
Fonte: Disney/Pixar

A Disney e a Pixar confirmaram o tão aguardado filme no início de 2014, tendo Bird iniciado a escrita do argumento um ano depois. Para Bird, o maior desafio foi apresentar um desvio perante a abundância de projetos bem sucedidos sobre super-heróis no cinema e na TV que proliferaram na última década. O que julga ser a força da série, terá dito ao GameSpot, é serem filmes de família, espiões e super-heróis, sem assentarem somente no último género.

Passados 14 anos desde o primeiro, as dificuldades técnicas de criar um filme de animação 3D como The Incredibles 2 aparentam-se menores, confirmou o produtor John Walker à VFX Voice:

“Agora a tecnologia existe para realizar os designs como esperávamos realizá-los em 2002 [durante a produção de The Incredibles]; não tínhamos a noção de como fazer, agora já toda a gente já sabe fazê-lo, a rapidez é agora a questão”.

Craig T. Nelson (Bob), Holly Hunter (Helen), Samuel L. Jackson (Frozone), Sarah Vowell (Violet) e o próprio Bird (no papel de Edna Mode) regressam no elenco vocal de The Incredibles 2, tendo-se agora estreado na série Bob Odenkirk, Catherine Keener, Sophia Bush, Isabella Rossellini e Jonathan Banks. Do elenco de vozes portuguesas constam João Lagarto, Paula Fonseca, Beatriz Leonardo, Francisco Fonseca, Rui Unas, Joana Solnado, Paulo Pires e Diogo Faro.

A chegar às salas de cinema portuguesas esta 5.ª feira, The Incredibles 2 já rendeu cerca de 500 milhões de dólares nos países em que estreou, e conta com um estelar rating de 94% no Rotten Tomatoes.

Mais Artigos
Zoom
Zoom com falhas de segurança após expansão repentina