A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou que este ano convidou 928 novos membros. Este é um número recorde que se deve, provavelmente,  às recentes controvérsias nas quais a Academia se viu envolvida.

Em 2016, surgiu o movimento #OscarsSoWhite devido à falta de nomeações a Óscares para pessoas de origem africana. Pouco depois disso, a Academia depressa anunciou que iria tentar passar a ter uma maior diversidade de membros. Devido a isso, no ano passado foram convidados 774 novos membros, um número que já na altura era um recorde. Sendo assim, a organização está a seguir um padrão e é provável que continue a procurar aumentar o número de mulheres e de pessoas que fazem parte de minorias étnicas nos Estados Unidos.

Se todos os convites forem aceites, a Academia terá um total de 9229 membros. Alguns dos maiores nomes convidados foram: J.K. Rowling, Blake Lively, Amy Schumer, Miles Teller, Daisy Ridley, Emilia Clarke, Lily Collins, Chloe Grace Moretz, Olivia Munn, Pedro Pascal, Jonathan Nolan e até Kendrick Lamar.

A partir daqui é provável que a Academia continue a procurar expandir os seus membros, visto ter estado a bater o recorde de convites a cada ano desde 2015. Além disso, em 2016 foi anunciado que o objetivo seria o de o número de mulheres e pessoas de minorias étnicas na organização  duplicar até 2020.