I Don’t Know e Come On To Me são os primeiros dois avanços do próximo álbum de Paul McCartney, Egypt Station. O álbum vai ser lançado dia 9 de setembro, pela Capitol Records.

Estes dois singles são definidos, pelo site do ex-Beatles como “opostos polares”. I Don’t Know é uma “balada melancólica que só o Paul consegue escrever”. Nesta canção, nota-se uma lírica com temática bastante introspectiva, onde o artista se questiona, não chegando a uma resposta. “What’s the matter with me? I don’t know“, canta o artista.

Por outro lado, Come On To Me é uma composição rock energética. Numa perspectiva muito mais optimista, Paul deixa-se ir pela influência das guitarras, dos conjuntos de sopros que enchem esta música. Sobretudo, nota-se uma voz de Paul McCartney ainda jovem, embora os seus 76 anos.

O 17º álbum de McCartney

Egypt Station marca o regresso do músico britânico aos álbuns, tendo este feito uma pausa de quase 5 anos. O nome, segundo este, deriva de uma das suas pinturas. Vê aqui a capa anunciada deste disco:

McCartney comenta que Egypt Station acaba por ser uma viagem, com início na estação Egito, como se quem o escutasse acabasse por diferentes estações. Desse modo, Greg Kurstin acabou por estar encarregue de criar este ambiente tão desejado, sendo produtor de todas as 14 faixasdeste novo registo.

Embora tenha apenas sido confirmado dia 19 de junho, o artista já tinha provocado o suspense, ao partilhar símbolos misteriosos nas suas redes sociais e o seu regresso ao Instagram.