A Expo’98 faz 20 anos e parece que ainda há muito que não vimos. A Altice Arena está a organizar visitas guiadas ao topo da sala de espectáculos, onde há um sítio secreto. A estrutura em madeira que a suporta, e que foi projetada por Regino Cruz e inspirada nas naus quinhentistas, é o centro da visita.

As visitas guiadas à cobertura da Altice Arena estão planeadas para acontecer no verão e o lugar a visitar, até agora desconhecido do público, já foi nomeado como “Secret Spot“. Este lugar secreto situa-se a 36 metros de altura e é acessível por uma espécie de passadiços.

Não só a Altice Arena celebra esta data especial. Toda a zona do Parque das Nações, em Lisboa, vai celebrar o aniversário da exposição mundial de 1998. Vão regressar os espetáculos multimédia e o Oceanário vai inaugurar novos espaços.

arena

Fotografia: Parque das Nações, 2018

 

Sobre o Altice Arena

Diz o povo que o pavilhão – que por fora faz lembrar uma nave espacial – é inspirado na forma de um caranguejo-ferradura, uma espécie que surgiu há 200 milhões de anos.

O antigo Pavilhão Atlântico foi projetado há 20 anos, por ocasião da exposição mundial, pelo arquitecto Regino Cruz, e tem um revestimento em madeira que, além de sustentar a cobertura, invoca uma nau quinhentista, à semelhança do mote que foi dado à Expo 98 – Oceanos e as Descobertas.

O Altice Arena (Pavilhão Atlântico para os mais saudosistas) tem capacidade para cerca de 20 mil pessoas e é considerada a maior sala de espetáculos do país.  Recentemente recebeu o Festival Eurovisão da Canção.