A terceira edição do Trafaria (Com) Prova começa no dia 1 de junho e prolonga-se até dia 3. Vinhos de todo o país e petiscos dos restaurantes da Trafaria compõem o menu do fim de semana no passeio ribeirinho da vila do concelho de Almada.

Da programação fazem parte provas de vinhos comentadas, visitas guiadas, animação musical e de rua e ainda muitos petiscos. No sábado, dia 2 (19h30), a prova comentada, dedicada aos vinhos brancos, vai ser orientada por Fernando Melo, especialista e crítico de vinhos.

A prova dedicada aos “vinhos tintos que nos seduzem” também vai ser guiada por Fernando Melo, no domingo (18h). Ambas as provas vão decorrer na capela do Antigo Presídio da Trafaria e é necessária inscrição, que tem o custo de 5 euros.

Além da participação de 20 produtores nacionais de vinhos, são 11 os restaurantes e pastelarias presentes à beira Tejo: Antiga Casa Marítima, A Taberna, Piri-piri, Bom Petisco, Casa Ideal, Casa 10, Fragateiro, Taberna Manuel da Gorda, Taberna do Zé da Lídia, Esplanada do Tejo e Mel Tejo.

O acesso ao recinto é livre. Na sexta-feira e no sábado o horário é das 17h às 22h. No domingo o evento decorre entre as 15h e as 20h. A organização é da Câmara Municipal de Almada.

LÊ TAMBÉM: ROSMARINO: A COZINHA ITALIANA CHEGOU AO PALÁCIO CHIADO

Atividades no Antigo Presídio

No sábado (16h) e no domingo (15h), o Centro de Arqueologia de Almada dinamiza visitas guiadas ao Antigo Presídio da Trafaria e ao centro histórico desta vila piscatória. Ambas são de acesso livre.

Na capela vai estar patente a exposição Ir a Banhos. Na zona das celas estará uma instalação sonora destinada à recolha de testemunhos e memórias sobre aquele espaço. No Jardim dos Dragoeiros do Antigo Presídio, o fotógrafo Luís Ramos expõe a sua obra intitulada Musas encantadoras, bichos e outros seres extraordinários no Presídio da Trafaria. Haverá ainda um espaço dedicado às crianças com jogos tradicionais.