Depois de receber Renato Berta, a Universidade Lusófona do Porto (ULP) organiza o segundo momento do Multiplex, com exposições e mostras de filmes abertas ao público.

Em março, o diretor de fotografia esteve na ULP para uma masterclass, seguida de uma apresentação das películas mais emblemáticas assinadas pelo autor. E assim foi lançado o mote para mais uma edição do Multiplex.

O segundo momento, que contempla a apresentação dos trabalhos desenvolvidos pelos estudantes, arrancou esta terça-feira, com a inauguração de uma exposição de fotografia, vídeo, som e instalações, no Espaço MIRA. O evento é de entrada livre e prolonga-se até sábado, entre as 15h e as 19h.

“Para os alunos esta iniciativa é um contacto com diversos artistas e também com o mercado de trabalho que nos espera após a licenciatura”, conta Joana Pereira, aluna do 3.º ano de Comunicação Audiovisual e Multimédia da ULP.

Multiplex

Foto: página CAM Comunicação Audiovisual e Multimédia no Facebook

Mas há mais! No dia 12 de junho, desta vez no Salão Nobre da Universidade Lusófona do Porto, vão ser apresentadas, pelas 16h, instalações site-specific.

No mesmo dia, às 21h30, os Maus Hábitos – Espaço de Intervenção Cultural vão ser palco para mais duas instalações e para a apresentação de filmes realizados pelos alunos de 2.º e 3.º ano de Comunicação Audiovisual e Multimédia.

Edições anteriores

O evento é organizado anualmente pelos alunos finalistas da licenciatura em Comunicação Audiovisual e Multimédia da Universidade Lusófona do Porto.

O Multiplex soma já 7 edições, das quais fizeram parte realizadores como Pedro Costa, José Luis Guerin, Agnés Varda e Manoel de Oliveira.