Feira do Livro de Lisboa está de regresso até 13 de junho, para miúdos e graúdos. O Parque Eduardo VII recebe 294 pavilhões que têm mais do que literatura. Desde sessões de autógrafos, passando por música e showcookings, até ao teatro:  há um programa diferente todos os dias.

O recinto desta 88.ª edição , e que está de frente para a praça Marquês de Pombal, está dividido em diferentes espaços adequados à dinâmica dos eventos: o Auditório; o espaço dos Pequenos Editores; o espaço showcooking; o espaço No Pavilhão; a Praça Amarela, a Azul, a Laranja e a Verde; o Relvado; e o Stand BLX.

O Espalha-Factos esteve na Feira do Livro e o balanço é muito positivo: “acho que está muito bem organizado e está maior. Viemos ver a feira, mas não procuramos nenhum livro em específico”, dizem Ilda Duarte e Ana Paula Correia, que já visitam a Feira do Livro há cerca de cinco anos.

Andreia Salgado, da Editora Alfarroba, está pela 7.ª vez na Feira do Livro de Lisboa. “As vendas estão razoáveis e há grande adesão às promoções dos livros manuseados e das novidades. Domingo (dia 27 de maio) temos um conto tradicional na BLX às 14h e às 16h na Praça Verde a dramatização do livro Avossauro”, salienta a funcionária.

Programação de domingo (26 de maio)

Todos os dias há vários livros em destaque e este domingo não é exceção. Do clássico infantil – o Principezinho de Antoine de Saint-Exupéry – às obras que nos remetem para a história do passado – como A Primeira Guerra Mundial de Martin Gilbert – estes são alguns dos livros com desconto sobre o preço de feira.

O programa do último dia deste fim de semana começa por fazer as maravilhas dos mais pequenos. Às 11h, No Pavilhão, vão estar presentes as mascotes Greg, d’O Diário de um Banana, o Tocha, d’O Bando das Cavernas, a Princesa Poppy, a Alice e o Simão e o Pequeno Leão.

Para os adultos as atividades passam pelo showcooking às 15h00, com Márcia Gonçalves, que vai demonstrar algumas receitas do livro Receitas com Paixão ou ainda, ao final do dia, pelas 18h00 no Stand BLX, a apresentação do livro Vinhos e livros – Cidade gráfica: letreiros e reclames do séc. XX de Bárbara Coutinho, Rita Lamúrias e Paulo Barata. A conversa fluí ao gosto de uma prova de vinhos da Comissão Vitivinícola da Região de Lisboa.

Antes de ir embora

Se a fome apertar entre as atividades, há opções de alimentação por todo o recinto desde pizza, comida vegetariana e vegana, crepes, gelados e pipocas.

Para renovar a estante lá de casa, antes de comprares novos livros, podes levar os velhos. A Feira do Livro tem um ponto onde podes doar livros novos ou usados. Estes revertem para instituições da rede do Banco de Bens Doados.

Até dia 13 de junho a feira vai estar aberta todos os dias da semana: de 2.ª a 5.ª feira, das 12h30 às 22h; 6.ª feira das 12h30 às 00h; sábados das 11h às 00h; domingos e feriados, das 11h às 22h.

LÊ TAMBÉM: MORREU O ESCRITOR NORTE-AMERICANO PHILIP ROTH