A poucos dias de começar a época do verão, começam agora os festivais para dar ainda mais vida aos dias de calor que se avizinham. De toalha na mão, óculos de sol postos e sem esquecer o protetor solar, descobre o festival (ou os festivais) que não podes deixar em branco!

O Espalha-Factos preparou uma lista onde podes encontrar o festival que mais se adequa a ti seja qual for o teu estilo de música favorito, de norte a sul do país, e para todas as carteiras.

Junho

1. NOS Primavera Sound

Fotografia: Hugo Lima

Três dias, 70 artistas. De 7 e 9 de junho poderás encontrar estes artistas na cidade do Porto. O festival é realizado no Parque da Cidade, o maior parque urbano do país junto ao mar.

A começar por volta das 17h e a terminar já quase de manhã são seis os palcos onde se poderá encontrar boa música. Dos 70 artistas destacam-se alguns dos cabeça de cartaz como Lorde, Tyler The Creator, Jamie XX, A$AP Rocky, Mogwai e The War on Drugs.

Os bilhetes gerais já se encontram esgotados. No entanto, ainda estão disponíveis os bilhetes diários que custam 60€. Para alojamento existem quatro tipos: os hostels, os hotéis, apartamentos e também campismo.

2. Rock in Rio

Fotografia: Quinto Canal (RiR 2016)

De 23 a 24 e de 29 e 30 de junho, o Parque da Bela Vista (Lisboa) será palco da 18º Edição do Rock in Rio. O leque de artistas é vasto: Muse, Bruno Mars, Demi Lovato, The Killers, Katy Perry, Ivete Sangalo e Hailee Saintfield entre outros

Para além de se ter acesso a diversos concertos, o festival é também amigo do ambiente. Com uma política de sustentabilidade “Por Um Mundo Melhor“, o Rock in Rio tem feito a diferença no mundo.

Com a ajuda dos espectadores, a organização tenta todos os anos investir na plantação de árvores (tendo já 300 mil plantadas), na criação de escolas e ajuda aos estudantes, na doação de mais de mil instrumentos a associações, entre tantas outras atividades.

Os passes duplos (23-24/29-30) já se encontram esgotados, mas ainda assim estão disponíveis os bilhetes diários – que rondam os 69€ – à exceção do dia 24, dia em que Bruno Mars e Demi Lovato sobem ao Palco Mundo. Alojamento e outras informações estão disponíveis no site do festival.

 

3. EDP Beach Party

Fotografia: Bruno Marques (2017)

No final do mês de junho, dia 29 e 30 são passados em Matosinhos (Porto). Das 16 horas às 4 da manhã, a música eletrónica vai tomar conta da Praia do Aterro Norte.

O festival já recebeu artistas como Avicii, Swedish House Mafia e David Guetta. Este ano, os espectadores poderão contar com a presença de artistas nacionais e internacionais como Pedro Cazanova, Dimitri Vegas & Like Mike, Club Banditz, Steve Aoki entre outros.

No que toca a alojamento existe a opção de campismo a 10 euros por dia, e ainda hotéis e hostels. Os bilhetes estão disponíveis no seu site tendo o custo de 20€ (diário) e 30€ (geral).

 

Julho

4. EDP Cool Jazz

EDP Cool Jazz 2016

São sete dias para desfrutares de bom jazz em dois espaços diferentes de Cascais – dia 1, 17, 18, 20, 26, 28 e 31.

No primeiro dia, David Byrne abre o evento no Hipódromo Manuel Possolo. Neste mesmo espaço vão também haver concertos de artistas como Gregory Porter, Van Morrison e Norah Jones, nos dias 20, 28 e 31.

Nos dias 17, 18 e 26 o palco é no Parque Marechal Carmona, onde estarão bandas como Dead Combo, BADBADNOTGOOD, Salvador Sobral e Jordan Rakei.

Os bilhetes estão disponíveis no site do evento, cujo preço difere consoante os dias, indo dos 25 aos 75€.

 

5. Sumol Summer Fest

Sumol Summer Fest 2016

Continuando pelo centro de Portugal, molhamos os pés no mar da Ericeira. O Sumol Summer Fest abre a segunda semana do mês de julho, nos dias 6 e 7.

Com mais de dez artistas confirmados o leque é vasto: French Montana, Joey Bada$$, April Ivy, Pongo, Sensi, Projeto Bug, entre outros. Conhecido pelas suas boas vibes, o festival oferece a possibilidade de acampar perto da praia.

Os bilhetes podem ser diários ou gerais, com ou sem acampamento, e ainda dispõem da junção de dois bilhetes só num (Sumol Sumer Fest + MEO Sudoeste). Os ingressos podem ser adquiridos no seu site e variam dos 27 aos 140€.

 

6. NOS Alive

Fotografia: Arlindo Camacho (2017)

Um dos festivais mais esperado do ano (e também um dos mais caros). A começar no dia 12 e a terminar no dia 14 de julho, o Passeio Marítimo de Algés (Lisboa) estará ao rubro.

Sempre com um vasto número de artistas, também a qualidade sobressai à vista. Cantores de sucesso mundial já passaram por este palco que todos os anos tende a atrair milhares de espectadores. Este ano, estão confirmados artistas como os famosos Artic Monkeys, Pearl Jam, Snow Patrol, Queens of the Stone Age, Khalid, Sampha, António Azambujo, Future Islands e tantos outros que fazem com que o cartaz fique abismal.

Os bilhetes gerais esgotaram em pouco tempo como habitual, mas continuam à venda os bilhetes diários a 67€. 

 

7. FMM Sines

Fotografia: Mário Pires (2017)

Na costa alentejana, de 19 a 28 de julho a música percorrerá as ruas de Porto Corvo e de Sines. No Festival Músicas do Mundo encontra-se desde o folk, ao jazz, à música alternativa – um misto de culturas e musicalidades.

Com cerca de 60 artistas já confirmados, os concertos vão se dividir em vários palcos e dias. De 19 a 22 de julho, as atuações serão em Porto Corvo. Os restantes dias, 22 a 28 de julho, serão na cidade de Sines.

Vindos de todo o mundo estarão presentes artistas colombianos como Cero39 e El Leopardo, norte-americanos como The Como Mamas e Moon Hoch, tunisianos como Ÿuma e DuOud, entre muitos outros.

Alguns dos concertos terão entrada livre e os restantes estão disponíveis pelo preço de 10 a 20€ (diário), passes de dois dias a 30€ ou passes de quatro dias de 50€.

 

8. Super Bock Super Rock

SBSR 2017

De regresso a Lisboa, o SBSR ganha vida no Parque das Nações. De 19 a 21 de julho, poderão ouvir do rock ao hip-hop, do português ao estrangeiro.

Já confirmados estão The XX, Travis Scott, Benjamin Clementine, Slow J, Princess Nokia, Luís Severo, Sunflowers entre tantos outros. Para além dos concertos, os espectadores poderão fazer parte da arte urbana que é incentivada pelo festival.

Os bilhetes estão disponíveis em quatro países e podem ser adquiridos na sua plataforma online. Os preços variam dos 55€ (diário) aos 109€ (geral) com um valor acrescido de 4 a 8€ pela taxa de reserva.

 

9. MEO Marés Vivas

Marés Vivas 2017

De 20 a 22 de julho, a festa é feita à beira do rio Douro, em Vila Nova de Gaia (Porto).

Os artistas irão atuar em dois palcos, MEO e SantaCasa, estando confirmados nomes internacionais como David Guetta, Rita Ora e Go Go Dolls, como também artistas nacionais como Carolina Deslandes, Manel Cruz e Fernando Daniel.

Os bilhetes estão disponíveis no site do festival e têm o custo de 35€ (diário) até 65€ (geral).

 

10. Boom Festival

Boom Festival 2016

Ainda na onda da música eletrónica, partimos para Idanha-a-Nova. Lá, entre 22 a 29 de julho, uma semana de psicadelismo espera os ravers. O Boom acontece a cada dois anos e é considerado o melhor festival da Europa na área de ambiente.

Durante toda a semana, o público poderá vivenciar as demais culturas através do graffiti, de galerias de artes plásticas com pinturas e esculturas, vídeo arte e essencialmente música. O intuito do festival é despertar a espiritualidade que há em nós de forma a promover a partilha de culturas e experiências. No festival encontram-se pessoas de todas as faixas etárias vindos de todo o mundo desde o Canadá à Austrália, passando pelo Líbano, Israel e China.

Infelizmente, os bilhetes esgotaram em apenas três horas e meia no dia 20 de novembro de 2017. No entanto, podes esperar pela próxima edição para comprares o teu bilhete.

Este ano, o Boom teve um preço amigável para os países com salários mais baixos (inclusive Portugal), tendo o custo de 155€.

11. Mêda +

Fotografia: Ricardo São Marcos (Mêda+ 2016)

De 26 a 28 de julho, a cidade de Mêda (Guarda), irá realizar a 9ª edição do seu festival. Com o objetivo de promover o comércio local, um grupo de 30 jovens decidiram criar o festival em 2010.

Este ano, esperam-se artistas portugueses como Samuel Úria, B Fachada, You Can’t Win Charlie Brown, Moullinex e Filipe Sambado, entre muitos outros. Para além dos concertos, também poderão usufruir do parque de campismo com o custo de apenas 2.50€, de um Complexo Desportivo Municipal com dois campos de ténis, um campo de areia e mini-golfe, e ainda das piscinas municipais.

Para além disto tudo, a entrada é gratuita. Por isso, marca na agenda o festival Mêda+ e fica a par do cartaz no seu site.

 

12. Laurus Nobilis Music

Fotografia: Tiago Paiva (2017)

Para ouvir rock e heavy metal paramos em Vila Nova de Famalicão. São três dias de música “da pesada” para se ouvir entre os dias 26 e 28 de julho.

Os artistas já confirmados são Cruz de Ferro, Septicflesh, In Vein, Infraktor, Dark Tranquillity, entre outras bandas. Para além dos concertos que terão início às 16h30, o festival oferece a uma banda ou mais bandas de garagem a oportunidade de atuar no palco “Faz a tua cena”, através de um concurso.

O festival conta ainda com o  “Black Market” onde qualquer pessoa pode vender os seus artigos já usados ou novos. Para participar há que seguir determinados critérios e todos os visitantes terão que trocar os seus euros por Laurus (moeda oficial do festival).

Toda a informação sobre o concurso e o mercado está disponível no site. Os bilhetes têm o custo de 20€ (diário) e 30€ (geral).

 

Agosto

13. Sonic Blast Moledo

Fotografia: Iago Afonso (2017)

Bem a norte de Portugal é onde se passa o festival Sonic Blast. A iniciar o mês de agosto, o festival minhoto decorre nos dias 10 e 11 no Centro Cultural de Moledo.

Mais de quinze artistas estão confirmados para estes dias, entre eles Earthless, Causa Sui, Solar Corona, Purple Hill Witch e Atavismo. Para complementar os concertos em dois palcos diferentes e o calor, o espaço disponibiliza uma piscina, acampamento grátis, restauração e outras atividades como fazer skate, surf/windsurf e praia.

Os bilhetes diários têm o custo de 35€ e o passe geral varia consoante a data em que é adquirido, aumentando de 48€ desde junho, para 60€ até ao dia do evento.

 

14. Neopop

Neopop Music Festival 2017

O festival mais desejado de techno. É o Neopop e irá decorrer em Viana do Castelo, no Forte Santiago da Barra, entre os dias 8 e 11 de agosto.

Com artistas vindos de todo o mundo, o festival surpreende todos os anos. Este ano, os espectadores poderão dançar ao som do bósnio Solomun, do português Rui Vargas, da britância Nina Kraviz, do Gusta-vo (fundador do festival), entre tantos outros da vasta lista de artistas.

O acampamento é gratuito e existem ainda outros tipos de alojamento como hotéis, hostels e apartamentos, cuja informação está disponível no site. Os bilhetes diários custam 50€ e o passe geral tem o custo de 90€.

15. Bons Sons

Fotografia: Carlos Manuel Martins (2017)

Considerado um dos melhores festivais em termos de boa disposição e ambiente, a terra de Cem Soldos (Tomar) ganha uma nova cor quando chega o Bons Sons. A decorrer entre 9 e 12 de agosto, a proposta é “viver a aldeia”.

Entre os artistas confirmados destacam-se Linda Martini, Luís Severo, Slow J, Dead Combo e Salvador Sobral. Também as bandas de garagem terão o seu cantinho no festival, mas como nem só de música vive a aldeia, o Bons Sons propociona outras atividades como mostras de curtas-metragens e espetáculos de diversas formas de arte.

Os bilhetes gerais estão disponíveis até julho por 40€ e depois até agosto por 45€. Os ingressos diários começam nos 20€ e terminam em agosto por 22€.

16. Vagos Metal Fest

Fotografia: Beatriz Mariano (2017)

Entre 9 e 12 de agosto, a Quinta do Ega em Vagos (Aveiro) será o palco de mais uma edição do Metal Fest.

Os cabeças de cartaz são Cradle of Filth, Kamelot e Suicidal Tendecies. Entre vários artistas estão confirmados também os portugueses Moonspell, Ratos de Porão e Municipal Waste.

O ingresso diário tem o custo de 20€ no dia 9 e de 10 a 12 têm o custo de 35€. O passe geral custa 80€.

17. Vodafone Paredes de Coura

Fotografia: Hugo Lima (2017)

Durante quatro dias, a vila de Paredes de Coura (Viana do Castelo) é considerado o habitat natural da música. De 15 a 18 de agosto, mais de cinco mil espectadores dirigem-se à Praia Fluvial do Taboão para assistir aos concertos.

Com mais de 25 anos de existência, o festival oferece um vasto leque de artistas. Este ano estão confirmados nomes como Slowdive, King Gizzard & The Lizard Wizard, Arcade Fire, Skepta e Linda Martini.

Nos cinco dias antes do festival, os visitantes poderão ver concertos gratuitos na vila. Já durante o festival, nas zonas de acampamento e à beira rio, também haverá pequenos concertos surpresa para quem estiver por perto.

O festival disponibiliza um vasto parque de campismo gratuito, restauração e acesso à vila. O passe geral tem o custo de 100€ e os bilhetes diários ainda não têm preço disponível, no entanto costumam rondar os 45-55€.

 

18. O Sol da Caparica

Sol da Caparica 2017

Como o nome indica, entre 16 e 19 de agosto, o sol incide sobre a Costa de Caparica (Almada) onde a língua portuguesa vai ecoar pelo recinto.

Entre a lista de artistas confirmados figuram Linda Martini, Carolina Deslandes, Miguel Araújo, Anselmo Ralph, Calema e Jimmy P.

Os passes diários têm o custo de 17€ e o bilhete geral tem o custo de 37€. Mais informações sobre o festival podem ser encontradas no site.

 

19. Festival do Crato

Festival do Crato 2017

De 29 de agosto a 1 de setembro, o Festival do Crato vai levar o país à vila alentejana que dá nome ao festival.

Alguns dos artistas confirmados são Slow J, Richie Campbell e Xutos & Pontapés. Para complementar os concertos, haverá também uma Feira de Artesanato e Gastronomia, e também um palco after hours.

O festival disponibiliza uma zona de acampamento e já tem os bilhetes disponíveis no seu site. Os ingressos diários têm o custo de 12€ nos dias 29 e 30 de agosto, e 15€ nos dias 31 de agosto e 1 de setembro. O passe de quatro dias tem o custo de 42€ (com acampamento incluído).

21. Festival Forte

Festival Forte 2017

No castelo medieval de Montemor-o-Velho (Coimbra) vive-se uma nova história de batidas. De 30 de agosto a 2 de setembro, a música eletrónica tomará conta dos espectadores ali presentes.

A ganhar importância a cada ano que passa, o festival já confirmou alguns artistas para este ano: Anastasia Kristesen, Adam X, Hedonic 2, Lena Williams, entre outros. O evento oferece também atividades culturais como artes visuais de artistas como Jaygo Bloom, Malo Lacroix e Casey Reas.

O espaço do festival dispõe de um parque de campismo. Apenas o passe geral se encontra disponível pelo preço de 100€.

22. Lisb-On

Lisb-On 2017

Mesmo a fechar o mês de agosto, chega o festival Lisb-On. A começar no dia 31 de agosto e a terminar no dia 2 de setembro, o Parque Eduardo VII (Lisboa) vai ser o palco deste evento também ele dedicado à música eletrónica.

Eis os nomes já confirmados: Maceo Plex, Sassy J, Liamba, Antal, Daniel Bell. Os concertos decorrem durante o dia e prolongam-se até à meia noite. É a junção perfeita de um jardim, muito sol, bebidas frescas e boa música. O festival já recebeu artistas como Nicolas Jaar, Nina Kraviz, Kiasmos e Tale of Us.

Apenas os passes gerais estão disponíveis para venda e têm o custo de 60€, podendo ser adquiridos no site.

 

Setembro

23. Nova Batida

Festival Nova Batida 2017

As aulas estão quase a começar mas ainda há espaço para mais um pouco de festa. São dois dias de mais música, 14 e 15 de setembro. Os espaços eleitos para o festival são o LX Factory e a Village Underground Lisboa.

Dos vários artistas anunciados, destacam-se Little Dragon, Max Cooper, George Fitzgerald, Camila Fuchs, entre outros. O festival oferece ainda um leque de atividades como aulas de yoga e surf, festas em barcos, pré e after parties, e visitas turísticas pela cidade.

O bilhete é válido para os dois dias e tem o custo de 70€. Mais informação sobre as atividades, o festival ou alojamento está disponível no site.

 

25. BPM Festival

BPM Festival 2017 (Lagoa)

Para finalizar a lista dos festivais de verão, não podemos esquecer o BPM que será feito em Portimão e Lagoa (Algarve). De 20 a 23 de setembro, fecha a estação dos festivais de música com um dos festivais mais caros do país.

Com mais de 50 artistas internacionais e nacionais confirmados o festival deixa sempre o público boquiaberto. Este é o segundo ano em que o festival se realiza em Portugal. Conta-se com artistas como Appolonia, Dennis Cruz, Gusta-vo, Loco Dice, Marco Carola, The Mekanism, entre outros.

O festival BPM – Bartenders, Promoters, Musicians – foi criado à cerca de 11 anos para reunir profissionais da indústria. Estes reúnem-se todos os anos em sítios diferentes para partilhar experiências e dançar ao som de boa música.

Segundo a descrição no festicket: “Este evento é um “must” para qualquer amante de música, que saiba distinguir música de dança de qualidade.”

O festival já teve edições um pouco por todo o mundo como no Brasil ou no Dubai. Os bilhetes já se encontram maioritariamente esgotados, mas ainda existem alguns disponíveis pelo preço de 268.95€.