Dois anos depois do último registo, Aurea está de regresso aos discos e o Espalha-Factos teve oportunidade de falar com a cantora sobre o novo álbum. Intitulado Confessions, o longa duração apresenta uma mudança de sonoridade e desvenda segredos sobre a sua vida.

Aurea é uma cara bem conhecida e acarinhada pelo público português. Em 2010, ano em que editou o seu álbum de estreia, seria difícil prever que a cantora natural de Santiago do Cacém seria uma das mais bem sucedidas da última década.

Confessions é o nome dado ao quarto álbum da sua carreira e por isso aponta para um trabalho de um registo mais pessoal. Quando questionada sobre o porquê ter escolhido este nome, a resposta é simples:

“As confissões não dizem respeito apenas à minha pessoa. [O disco] não só fala de segredos meus mas sim de pessoas que passaram pela minha vida.  […] Por uma questão de manter o anonimato, os destinatários retratados nas canções não o sabem.”

No que diz respeito à música, existe uma mudança clara em termos de sonoridade. O soul foi posto em segundo plano para dar lugar a um espectro mais electrónico. A cantora esclarece que sempre ouviu outros géneros musicais e decidiu que seria a altura ideal para ter um outro tipo de abordagem. A banda que a acompanha em palco sofreu algumas modificações, deixando a secção de sopros de lado.

“Não gosto de ficar parada num canto sempre a fazer a mesma coisa e, por isso, quis procurar um universo musical diferente. Estou mais uma vez acompanhada do Rui Ribeiro (autor da maioria das letras de Aurea) na composição deste álbum. […] É um disco cru que fala muito da realidade à minha volta”.

Juntamente com Marisa Liz dos Amor Electro, Aurea fez uma homenagem a Simone de Oliveira na final do Festival da Canção da RTP. Quando relembrada deste tributo, o Espalha-Factos questionou: Para quando um disco cantado em português?

“É óbvio que penso nisso. Tenho cada vez mais vontade em fazê-lo. Ainda não sei dar uma resposta clara, mas é algo que gostava de fazer num futuro próximo”.

Sobre os quase 10 anos de carreira, Aurea não tem dúvidas: prefere destacar os momentos bons que superam os menos bons e faz uma confissão. “Faz muito sentido estar com as pessoas e cantar para elas”.

Confessions já está disponível para audição nas principais plataformas de streaming.

Vídeo: Eduardo Filipe e Edgar Esteves. Edição: Eduardo Filipe
Vídeo e música pertencentes a Aurea e Sony Entertainment