A Eurovisão 2018 ainda agora acabou, mas a de 2019 já começa a andar. Alemanha e Albânia abriram as inscrições para as finais nacionais que escolheu os representantes de ambos os países no concurso.

No caso da Alemanha, o período de candidaturas abriu à meia-noite deste sábado (19). Podem participar intérpretes a solo ou em grupo, com ou sem proposta de canção. A inscrição é feita online no site oficial da NDR, emissora estatal alemã.

Lê também: ‘O Jardim’ conquista tops depois do falhanço na Eurovisão

Este ano, com Michael Schulte, os alemães tiveram a sua melhor classificação desde 2012, conquistando o 4.º lugar na grande final. Embora seja um dos participantes mais antigos, desde a estreia do festival, em 1956, o país só venceu em duas ocasiões: 1982 e 2010.

A Albânia, que ainda não oficializou a participação na Eurovisão 2019, já abriu convocatória a todos os compositores e intérpretes que queiram concorrer à 57.ª edição do Festivali i Këngës, que se realiza em dezembro. O mote deste ano é “Vem ao festival” e o evento está aberto a novos talentos, mas também a profissionais consagrados, com candidaturas até 30 de junho.

O Festivali é o evento que habitualmente serve para escolher os representantes do país na competição. A Albânia estreou-se em 2004 e ainda não interrompeu as suas participações desde aí. Este ano regressou à final, em Lisboa, com Eugent Bushpepa a conquistar o 11.º lugar.

Tradicionalmente esta é a primeira nação a escolher o representante no Festival Eurovisão da Canção, dada a data em que decorre a seleção nacional.