Pela primeira vez em Portugal, a  A ilusão perfeita de Pietro Ruffo é exposta esta sexta-feira (18 de maio), às 19h, no Instituto Italiano de Cultura de Lisboa. O evento insere-se no programa artístico da ARCO Lisboa 2018 e conta com a presença do artista na inauguração.

Tendo como grande pilar o tema liberdade, as obras do artista italiano focam questões sociais, políticas e morais da contemporaneidade como a problemática dos migrantes. O trabalho tem ainda como grande inspiração a história antiga e moderna e a filosofia.

Natural de Roma, o artista italiano formou-se em arquitetura e vê algumas das suas obras integradas em coleções museológicas e em fundações privadas como a Deutsche Bank Foundation, Fondazione MAXXI, Depart Foundation ou Lodeveans Collection.

Lê também: Os melhores sabores de Itália estão em Lisboa

Não é ilusão, a entrada é livre

A ilusão perfeita insere-se no projeto “Migrações“, apresentado o ano passado em Paris, mas existem ainda outros trabalhos de Pietro Ruffo alvos de prémios e distinções.

Vai ser possível visitar a exposição de terça a quinta-feira das 10h00 às 12h30 e das 16h00 às 18h00 e sexta-feira das 10h00 às 12h30, até dia 29 de junho. Encerra às segundas, sábados, domingos e feriados e a entrada é gratuita.