No ano que marca a celebração do seu 25º aniversário, o clássico dos Wu-Tang Clan, Enter The Wu-Tang (36 Chambers), vai ser recriado. Nove MCs da atualidade serão convidados para fazer parte das festividades que estão a cargo da recentemente ressuscitada Loud Records.  

Cada um dos nove MCs convidados “vai interpretar um personagem do original 36 Chambers”, disse Steve Rifkind, fundador da Loud Records, em entrevista à XXL. Como a ocasião assim o exige, Rifkind anunciou ainda que, a par da recriação do disco, uma tour está a ser planeada.

Enter The Wu-Tang (36 Chambers), disco de estreia dos Wu-Tang Clan, foi lançado em 1993 pela Loud Records e distribuído pela RCA Records. O álbum deixou uma marca no panorama do hip hop dos anos 90 e influenciou em grande medida a produção no hip hop moderno. Foi ainda impulsionador do trabalho de muitos rappers da altura, como NAS, Mobb Deep ou The Notorious B.I.G. Agora, e continuando a ser uma referência para o hip hop moderno, é a vez do disco ser recriado por rappers da atualidade, cujos nomes não foram ainda revelados.

Steve Rifkind foi um dos fundadores da Loud Records, em conjunto com Rich Isaacson, em 1991. Em 2002, Rifkind vendeu a Loud e o seu catálogo à Sony, e formou a Street Records Corporation, continuando fortemente envolvido no mundo do hip hop e do RnB.

Com a ressurreição da Loud Records, Rifking comprometeu-se, para além de continuar com o lançamento novos talentos, a celebrar discos icónicos que marcaram outros tempos. De acordo com a XXL, a editora tem ainda planos para celebrar o vigésimo aniversário de Capital Punishment, disco de estreia de Big Pun, que recebeu grande aclamação por parte da crítica aquando do seu lançamento, em 1998.

Enquanto fazemos apostas sobre os MCs convidados a fazer parte deste projeto, nada como voltar ao disco que lançou os Wu-Tang de Nova Iorque para o mundo.