Fotografia: Suzanne Cordeiro/REX Shutterstock

Spotify exclui R. Kelly e XXXTentacion das playlists

O Spotify vai banir das playlists a música de R. Kelly, cantor acusado de violação e abuso sexual, e XXXTENTACION, rapper acusado de violência doméstica. A decisão comunicada nesta quinta (10) resulta da nova estratégia da plataforma contra conteúdo “que incita o ódio“.

Os repertórios de Kelly—cantor de I Believe I Can Fly ou Ignition—e XXXTENTACION passam a estar interditos nas listas de reprodução geridas pelo Spotify e sugestões baseadas em algoritmos; por exemplo, as “Descobertas da Semana”. Contudo, todas as músicas continuam disponíveis na plataforma.

Não censuramos conteúdo devido ao comportamento de um artista ou criador, mas queremos que as nossas decisões editoriais—aquilo que escolhemos programar—espelhem os nossos valores“, detalha Jonathan Prince, responsável pelo conteúdo do Spotify, à revista Billboard. “Quando um artista faz algo que é nocivo ou odioso, poderá afetar a forma de como trabalhamos ou o apoiamos.

Para já, Kelly e XXXTentacion são os primeiros artistas afetados, aos quais se junta o nome do rapper Tay-K. Poderá haver mais visados.

De que é acusado R. Kelly?

Com 14 álbuns editados, R. Kelly estabeleceu-se como um dos nomes de maior sucesso na R&B. Mas é hoje dissociável de implicações em vários escândalos de cariz sexual; a maior parte destes pode ser consultada na Spin.

O primeiro data de 1996, quando foi processado por uma jovem que disse ter tido, aos 15 anos, relações sexuais com Kelly. Em 2002, surgiu um vídeo onde Kelly alegadamente abusava de uma menor. O processo, que levou o artista à prisão, prolongou-se até 2008, quando foi considerado inocente.

Entre outros, o caso mais recente foi exposto em 2017. Várias mulheres revelaram ter pertencido a um culto sexual liderado por Kelly, acusando-o de coerção, violência e manipulação.

A campanha #MuteRKelly, fundada pelo movimento Time’s Up, serve de resposta. “As cicatrizes da história certificam-nos de que não estamos interessados em perseguir alguém sem justificação“, diz o grupo Women of Color que adere à causa. “Exigimos investigações e inquéritos apropriados em relação às alegações de abusos perpetrados por R. Kelly, feitas há mais de duas décadas por mulheres de cor e respetivas famílias.

Kelly, cujo contrato com a gravadora RCA permanece ativo, respondeu às acusações. Afirmou, no início de maio, serem uma “tentativa de distorcer o meu caráter e destruir o meu legado“.

De que foi acusado XXXTentacion?

Em 2016, XXXTentacion foi acusado de agredir e estrangular a sua namorada, então grávida. As alegações precederam o lançamento de ?, o seu disco de estreia que chegou a número 2 nos EUA. Um relatório extensivo da situação foi disponibilizado na Pitchfork.

Sobre a decisão do Spotify, um representante do artista levanta a questão ao New York Times: “O Spotify vai eliminar das suas playlists todos estes artistas?“. Alguns dos nomes na lista são Chris Brown, Gene Simmons dos KISS, ou Dr. Dre.

rapper Tay-K, acusado de homicídio e roubo, aguarda julgamento. O juiz responsável pelo processo condenou o êxito da sua canção The Race: “Não sei em que se tornou este país, já que as pessoas podem alegadamente cometer crimes horrendos e serem glorificadas por isso.”

As novas políticas anti-ódio do Spotify

A política relativa a “Conteúdo e Conduta de Ódio” (“Hate Content and Hateful Conduct“) integra a atualização do dia 10 de maio aos termos do Spotify.

O que é que a plataforma define como “hate content“? “Conteúdo que principal e expressamente promove, advoga ou incita o ódio ou a violência contra um grupo ou indivíduo; com base em características que incluem a raça, a religião, a identidade de género, o sexo, a etnicidade, a nacionalidade, a orientação sexual, estatuto de veterano ou desabilitação.”

A deteção deste conteúdo será feita em três vertentes: monitorização interna, consulta com terceiros e através de comentários dos usuários. A ferramenta Spotify AudioWatch terá funcionalidades similares.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Festival da Canção
Festival da Canção 2021. Vê as atuações da segunda semifinal