2018 está mesmo a ser um ano imprevisível para quem gosta de fazer prognósticos para a vitória no Festival Eurovisão da Canção. Depois do salto surpreendente do Chipre, do 17.º para o 1.º lugar em poucos dias, agora são a Irlanda, a Alemanha e a Lituânia que se aproximam do pelotão da frente. Na liderança continuam, no entanto, as favoritas do costume: Chipre e Israel.

Irlanda: De 30.º para 3.º

O caso paradigmático do incerto valor preditivo que as apostas podem ter é mesmo a Irlanda. De acordo com os bookies, não chegaria à Final. Estava em 30.º lugar entre as favoritas. Até à semifinal.

No dia 8, dia em que foi transmitida a primeira semifinal, subiu ao 21.º lugar, ainda com passagem incerta à última fase. No dia seguinte à eliminatória, já com presença garantida, avançou outros cinco lugares, para 16.º.

A televisão chinesa censurou a performance, a notícia chegou à Europa. A Eurovisão rescindiu o contrato com a estação asiática e Ryan O’Shaughnessy escalou, à boleia da polémica, para o 12.º, a 10 de maio. Hoje, dia 11, a ascensão continua: está em terceiro nas apostas.

A canção irlandesa tem-se destacado por mostrar o amor de um casal gay, quer no videoclipe quer na atuação em Lisboa. Em conferência de imprensa, o cantor destacou que não quer “inspirar as pessoas a cantar sobre amor gay ou hetero“, quer apenas “que as pessoas vejam que esse amor é apenas amor“.

 

Alemanha à procura do regresso ao top10?

Foi com uma balada, na voz de Roman Lob, que a Alemanha esteve pela última vez no top10, em 2012, na edição de Baku. E é com uma balada que volta a tentar fazê-lo.

Michael Schulte canta You Let Me Walk Alone e, depois da prestação na segunda semifinal, parece que deixou de estar tão só. Do 15.º lugar passou, logo nesse dia, para o 7.º das previsões. Este sábado (11) está em quinto, a um passinho da favorita França, que se situa no 4.º lugar.

Lituânia: mais um patinho feio que virou cisne?

Até um dia antes da primeira semifinal, a 7 de maio, a Lituânia nunca tinha ido além da 20.ª posição nas probabilidades de vitória calculadas a partir das apostas online. No entanto, a performance discreta de Ieva Zasimauskaitė parece ter feito a diferença e, no dia 8, os números foram melhorando até à canção lituana estacionar na 8.ª posição.

Entretanto, a escalada foi até ao 3.º lugar, registado esta quinta-feira (10), com abrandamento durante a sexta, dia em que a canção recuou à sexta posição.

As apostas são um indicador fiável?

Os valores de odds, ou seja, probabilidades, calculadas a partir do número de apostas no favorito para vencer, são o que permite fazer um ranking dos vencedores mais prováveis do certame europeu. No entanto, os apostadores não votam em nenhuma classificação, apostam individualmente em determinadas canções para vencer.

Em 2017, os apostadores previram a Bulgária como vencedora, ganhou Portugal. Em 2016, a escolha era a Rússia, mas quem levantou o troféu foi mesmo a vizinha Ucrânia.

No entanto, se analisarmos os dados em maior detalhe, das músicas que entraram no top5 das apostas no ano passado, todas as canções ficaram entre as primeiras sete. Em 2016, das cinco com maior probabilidades para os apostadores, quatro ficaram no top5.

O Festival Eurovisão da Canção 2018, que chega ao fim este sábado (12), está a ser organizado pela primeira vez em Portugal, que venceu, com o melhor resultado de sempre, na edição de 2017. E não liderava as apostas.

E tu, quem achas que vai vencer? Vota aqui:

Qual é a tua favorita para vencer a Eurovisão 2018?

  • Portugal (53%, 383 Votes)
  • Chipre (6%, 46 Votes)
  • Moldávia (4%, 28 Votes)
  • Israel (3%, 24 Votes)
  • Alemanha (3%, 23 Votes)
  • Estónia (3%, 23 Votes)
  • França (3%, 23 Votes)
  • Lituânia (3%, 22 Votes)
  • Espanha (3%, 19 Votes)
  • Irlanda (2%, 18 Votes)
  • Dinamarca (2%, 17 Votes)
  • Itália (2%, 15 Votes)
  • República Checa (2%, 12 Votes)
  • Austrália (2%, 12 Votes)
  • Áustria (2%, 11 Votes)
  • Finlândia (1%, 10 Votes)
  • Ucrânia (1%, 9 Votes)
  • Reino Unido (1%, 6 Votes)
  • Hungria (1%, 5 Votes)
  • Países Baixos (1%, 5 Votes)
  • Eslovénia (1%, 4 Votes)
  • Noruega (1%, 4 Votes)
  • Suécia (1%, 4 Votes)
  • Albânia (1%, 4 Votes)
  • Bulgária (0%, 1 Votes)
  • Sérvia (0%, 0 Votes)

Total Voters: 728

Loading ... Loading ...