O Metropolitano de Lisboa quer dar “boleia” aos artistas e levar os mais ousados a espalhar o seu talento pela capital.

Artistas que queiram mostrar o seu trabalho podem fazê-lo agora de estação em estação, apenas com uma inscrição. O Metro de Lisboa convida, desta forma, a arte a invadir a cidade com a sua mais recente ação, que pretende levar espetáculos e eventos culturais a várias paragens da Linha Verde.

Com o 70.º aniversário do Metro de Lisboa, a companhia de transportes lança um desafio àqueles que pretendam demonstrar o seu talento pela capital e estejam dispostos a alicerçar o nosso património cultural com um projeto inovador.

Associando-se ao lançamento do Next Stop, projeto de intervenção cultural promovido pelo Largo Residências, e que visa a intervenção sociocultural nas estações da Alameda, Anjos, Intendente e Martim Moniz, o Metropolitano criou uma ação que tem como objetivo a recolha de ideias e talentos que possam apoiar comunidades ao nível do seu património cultural.

Para isso, basta que te inscrevas submetendo uma proposta para esta ação de intervenção e, claro, que esteja relacionada com o teu talento especial. Podes fazê-lo até ao final do dia de hoje aqui.

A única regra é que a tua ideia seja alusiva ao tema ‘património cultural material e imaterial das várias comunidades residentes em Lisboa’.

Qualquer pessoa pode participar, seja português ou de outra qualquer nacionalidade. O concurso é livre desde que o projecto esteja interligado com as artes visuais, artes performativas, com a música ou a literatura.

O Metro está ainda a receber sugestões de quem queira fazer espetáculos nas estações da Linha Verde relacionados com as artes referidas acima.

Depois desta segunda-feira, um júri vai selecionar as propostas vencedoras e o Metropolitano de Lisboa, juntamente com o Largo Residências, vão ajudar os artistas a pô-las em prática.