Até ao dia 29 de Abril, está em cena a peça baseada na obra Acção de Sam Shepard no Centro Cultural Malaposta, em Odivelas.

Encenada por Sofia Espírito Santo, ACÇÃO compõe-se em torno de um elenco juvenil. Leonor Vasconcelos, Henrique Gil, Filipa Louceiro e Pedro Moldão são os atores que fazem parte desta peça de teatro absurdo, em que todas as partes, com base na obra original, vão sendo reveladas, fazendo delas o próprio ponto de partida para todo o desenrolar da ação do próprio espetáculo.

Nesta peça, a ação foca-se no desentendimento e na confusão do próprio “eu”.

As personagens bebem café enquanto esperam que o perú fique pronto. Durante esse período, surgem as dúvidas, incertezas, questões, que apesar de fazerem parecer que o seu mundo é confuso e está quase às portas do fim, tornam-se motivo para que se conheçam a si mesmas, mostrando que as várias personagens quase que podiam ser apenas uma.

 

Os sentimentos destas personagens vão crescendo com o decorrer da peça, levando-os ao extremo. As personagens estabelecem um papel quase de indecisão no seu ser, não se sabendo as relação entre si são de amizade, amor ou no limite, se são todos a mesma pessoa.

Baseiam-se nas suas convicções e nos seus fundamentos, que podem até ser quase nenhuns, para puderem dar a conhecer um jogo que não pode ser revelado. Estas quatro pessoas estão num determinado lugar mesmo sabendo que, lá fora, o mundo pode até já ter acabado num quase crescendo do início para o fim de toda a acção.

ACÇÃO está em cena este sábado, pelas 21h15 e domingo, dia 29, pelas 17h15.

LÊ TAMBÉM: O PRINCIPEZINHO: O ESSENCIAL AINDA É INVISÍVEL AOS OLHOS