Pinterest

Na Síria: Procurar a normalidade no meio dos bombardeamentos

Na Síria a guerra continua. Na Síria, e no resto do mundo, discute-se os recentes bombardeamentos dos EUA, do Reino Unido e de França naquele território. Na Síria (Insyriated) é o filme que o Espalha-Factos não pôde deixar de destacar como estreia da semana.

O realizador belga Philippe Van Leeuw (Le jour où Dieu est parti en voyage), que assina o argumento, traz-nos a Síria mais próxima e vulnerável do que nunca.
Um dia, num único cenário. O único cenário que a Síria conhece desde há muito tempo. O cenário da guerra. Esta é a história de Oum Yazan, uma mulher que decide transformar o seu apartamento num refúgio, contra as atrocidades que ocorrem no exterior. Naquele pequeno espaço, tenta a todo o custa proteger a sua família (três filhos), amigos e vizinhos. Dar-lhes alguma normalidade no meio dos bombardeamentos. “Esta é a minha casa e ninguém me vai obrigar a sair”, garante a protagonista. E às tantas, no trailer, ouve-se uma das personagens dizer “esquece o mundo lá fora. Já não vale a pena“.

Além dos atores Hiam Abbass, Diamand Bou Abboud e Juliette Navis, no elenco entram também alguns refugiados sírios, entre os quais, Mohsen Abbas, Ninar Halabi, Alissar Kaghadou, Jihad Sleik e Moustapha Al Kar.

O Guardian chama-lhe “um drama claustrofóbico”. Na Síria estreou no Festival de Cinema de Berlim, onde foi galardoado com o Prémio do Público, e chega agora às salas de cinema portuguesas.

No trailer, a protagonista assegura ao filho: “Ninguém vai morrer. A guerra está a acabar. E depois voltamos a estar em segurança.”Será?

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Os Sopranos HBO
HBO dá 500 horas de programação gratuitas