A ficção europeia parece estar a ganhar o seu espaço, numa altura em que o público internacional parece mais capaz de dar atenção a uma maior diversidade de produções, alargando a lista de séries para ver a conteúdos que vão para além dos tradicionais produtos norte-americanos.

A aposta da Netflix em produções originais está surtir o efeito desejado. O sucesso estrondoso de formatos como Stranger Things fez com que o público prestasse redobrada atenção ao que vem agarrado ao selo da plataforma de streaming.

Essa é uma das razões pelas quais a plataforma aposta constantemente em originais. Nestes, inserem-se as propostas dos vários países onde a Netflix está presente, que começam a dar os primeiros passos na criação de tramas que dão visibilidade ao que de melhor se faz na Europa, numa clara aposta nos mercados locais.

Lê também: Cinco séries europeias que podem ser a próxima ‘La Casa De Papel’

Conhece os originais europeus da Netflix que te podem ter passado ao lado. Pronto para não sair do sofá mais umas horas?

Tabula Rasa (Bélgica)

séries

Tabula Rasa é a ideia epistemológica de que todos os indivíduos nascem sem conteúdo mental, sendo todo o conhecimento proveniente de experiências e perceções.

Tabula Rasa, a série, conta a história de Mie, uma mulher com amnésia internada num hospital psiquiátrico de alta segurança. Só que Mie é a peça essencial na resolução de um mistério: sem saber como, foi a última pessoa vista com Thomas, desaparecido.

Para desvendar o caso, tem de reconstruir as suas memórias, visitando o lado negro do seu passado. Quanto mais descobre, mais desconfia dos que a rodeiam e até de si mesma, não percebendo se as suas memórias são reais ou apenas imaginação.

As críticas elevam este thriller psicológico, que se revela intenso e repleto de reviravoltas. A produção belga junta drama familiar, conexões escondidas e um ambiente perturbador a elementos sobrenaturais, que se unem num desenvolvimento lento, repleto de mistério.

A série tem apenas uma temporada, de nove episódios. Ainda não existem novidades sobre uma possível segunda temporada.

Dark (Alemanha)

sériesProvavelmente a produção desta lista que mais deu que falar, mas que, mesmo assim, não recebeu a atenção merecida. Dark é, para quem seguiu fielmente, uma versão mais adulta e misteriosa de Stranger Things.

Com o seu ambiente misterioso, escuro e sinistro, o primeiro original alemão da Netflix passa-se no ano de 2019. Depois do suicídio do seu pai, Jonas volta à escola e descobre que uma criança desapareceu em Winden, a sua cidade. Os ânimos da população, já elevados, aumentam quando Mikkel, outra criança, desaparece.

Lê também: Quais são os companheiros preferidos para maratonas na Netflix?

Os desaparecimentos coincidem com fenómenos estranhos: caem pássaros do céu, luzes piscam incessantemente e de forma inexplicável. Os habitantes da cidade começam a perceber um padrão entre estes desaparecimentos e outros, que ocorreram há vários anos. A partir daqui, a questão altera-se – “onde está Mikkel?” passa a “quando está Mikkel?“.

À medida que os eventos se desenrolam e parece estar a chegar-se a uma conclusão, novas revelações acontecem, envolvendo o espectador numa intriga contínua.

A trama, no entanto, vai além dos elementos sobrenaturais: explora relações familiares e vidas duplas, ao mesmo tempo que visita a ligação entre várias famílias no passado, no presente e no futuro.

A primeira temporada de Dark tem 11 episódios e uma segunda está a caminho. Que segredos haverá por desvendar numa aparentemente pacata cidade alemã?

Las Chicas del Cable (Espanha)

sériesAo que parece, a ficção espanhola começa a dar que falar. Sucessos como La Casa de Papel dão visibilidade a um mercado em clara ascenção. Outro dos exemplos deste investimento é Las Chicas del Cable, a primeira produção espanhola para a Netflix.

Passada nos anos 20, segue Alba, uma antiga ladra que, a tentar escapar do seu passado, começa a trabalhar como operadora numa central telefónica de Madrid com uma identidade falsa. No entanto, fugir das vivências passadas é difícil, uma vez que o seu futuro se condiciona pelo que outrora fez.

Esta é a história de Alba e outras três mulheres, todas de diferentes origens, que acabaram de entrar para o mesmo cargo nesta empresa telefónica. Uma trama que envolve amizades, amores e sentimentos, com uma descrição fiel da época em que tem lugar.

Com a estrutura clássica de uma telenovela, toques de comédia e suspense, a série foi construída para agradar tanto quem gosta de histórias de época como para quem apenas procura uma história de amor. Uma visão instrospetiva à Madrid dos anos 20, que espreita a época do nascimento da telefonia.

Las Chicas del Cable (As Telefonistas em Portugal) tem duas temporadas disponíveis na plataforma de streaming. A terceira chega ainda este ano.

Suburra (Itália)

sériesProvavelmente já ouviste este título em algum lado. Damos-te duas respostas: num livro e num filme. Este último é baseado na obra literária homónima; já Suburra, a série, também o é, mas funciona como prólogo do filme.

A trama segue três homens, que pretendem subir na sua carreira criminal. Estes envolvem-se de forma inesperada num ambiente de violência e corrupção, entre crime organizado e escândalos religiosos e políticos. Os jogos de políticos, empresários e mafiosos para tomar posse de uma área costeira próxima de Roma não os deixa indiferentes.

Lê também: Netflix vai estrear 700 produções originais em 2018

Um drama que lida com uma sociedade corrupta, mas destinada a atingir o seu objetivo a todo o custo – mesmo que isso implique uma batalha mortal entre criminosos, políticos e o Vaticano.

Com um texto denso, a primeira série inteiramente italiana da Netflix lida com temáticas como as drogas, a homossexualidade, a traição e a chantagem.

Embora com um elenco em parte desconhecido, conta com alguns grandes nomes da ficção italiana no seu elenco principal. A série tem uma temporada com 10 episódios disponível para ver no serviço. A segunda já está confirmada, embora ainda sem data de estreia.

NOTA: Apenas foram aqui listadas séries originais produzidas inteiramente pela Netflix. Além disso, restringimo-nos às que constam no catálogo português do serviço.