A semana tem sete dias e esta começa com sete confirmações no Mêda+Samuel Úria, B Fachada, You Can’t Win Charlie Brown, Valter Lobo, Stone Dead, Galgo e Fugly, de uma assentada só, perfilam-se para “um dos mais ambiciosos cartazes da história do festival“.

A organização, a cargo da Associação Juvenil Mêda+, relembra também que este é um evento de “entrada gratuita” e que “volta a ter dois palcos: no recinto da Santa Cruz (à noite) e no Parque Municipal, com concertos durante a tarde pensados para todas as idades“. Também acessíveis a todos os públicos estarão o parque de campismo e o complexo de piscinas municipais.

Lê também: Guia completo para o Mêda+

A cidade de Mêda no distrito da Guarda recebe pela nona vez o festival. Os responsáveis prometem que nas próximas semanas ficaremos a saber, por dias e palcos, todo o ‘programa de festas’.

Organizado na sede de um concelho com pouco mais de 5.000 habitantes, o Mêda+ concentra praticamente tantas pessoas nestes três dias como todas aquelas que residem habitualmente nas localidades mais próximas. É um festival organizado desde 2010, com um cartaz constituído maioritariamente por artistas nacionais e tem como objetivo “dinamizar o tecido económico e acrescentar valor à oferta cultural da região“.

Para mais informações sobre como chegar, como ficar e como viver o festival, consulta o site oficial.