À luz dos acontecimentos deste fim-de-semana, o Espalha-Factos sugere-te 5 filmes sobre guerra e conspirações.

Argo (2012)

Argo é um filme sobre um filme que não aconteceu. Após a embaixada Americana em Teerão ter sido invadida por militantes, a CIA desenvolveu um plano para resgatar 6 trabalhadores que conseguiram refúgio na residência oficial do embaixador Canadiano. Para conseguir sair do país, os trabalhadores assumiram o ‘papel’ de produtores de um filme canadiano que procurava filmar no Irão.

Argo é baseado numa história real e, apesar de algumas incongruências históricas, recebeu 3 prémios da Academia.

Foto:Keith Bernstein/ Divulgação

JFK (1991)

O assassinato do 35º presidente americano é pano para mangas no que toca a teorias da conspiração. No filme, o procurador Jim Garrison mostra-se extremamente cético em relação ao acontecimento. Decidido a fazer a sua própria investigação, Garrison descobre que o assassinato está ligado a uma série de eventos na guerra do Vietname, e a membros da elite americana.

JFK recebeu oito nomeações da Academia, tendo arrecadado as estatuetas de Melhor Fotografia e Melhor Edição.

 Foto: IMDB

Last Men in Aleppo (2017)

O documentário acompanha a vida de 3 três dos fundadores da organização White Helmets — um grupo de cidadãos que se dedica a tentar salvar vidas após ataques militares na cidade de Aleppo. Ao longo do filme, os 3 enfrentam a decisão de abandonar o país, ou ficar e lutar por ele.

Escrito e realizado por Feras Fayyad,  The Last Men in Aleppo proporciona um olhar “interno” sobre o conflito sírio. O filme recebeu o prémio de Melhor Documentário do Festival Sundance 2017, e uma nomeação da Academia em 2018.

last men in aleppo
The White Helmets (2016)

Tal como o nome indica, também este documentário se prende com a organização de voluntários que atua na cidade de Aleppo. No entanto, em The White Helmets o foco está sobre as missões diárias dos civis que põem as suas vidas em risco, na esperança de salvar outros.

O filme recebeu o prémio da Academia de Melhor Documentário de Curta-Metragem.

Foto: IMDB

Dr. Strangelove (1964)

Por fim, a sátira política de Stanley Kubrick. Esta comédia de humor negro passa-se durante um dos períodos de maior conspiração da História: a Guerra Fria. Um paranóico general americano planeia o início de uma guerra nuclear. O filme segue as autoridades americanas e soviéticas enquanto estas tentam impedir o ataque.

Dr. Strangelove recebeu quatro nomeações da Academia e arrecadou quatro BAFTA.