O jornal The Telegraph, um dos diários de referência no Reino Unido, fez um top de todas as canções do Festival da Eurovisão. Portugal ficou entre as cinco melhores e, apesar de ter vencido em 2017, é um dos favoritos à vitória para a publicação britânica.

Cláudia Pascoal e Isaura, com O Jardim, chegam à quinta posição do ranking dos jornalistas britânicos. “O país vencedor do ano passado, que definiu o tom para muitas das canções concorrentes este ano, cantadas na língua nativa em vez de em inglês, mantém a tendência, com outra música em português. Cláudia Pascoal, de cabelo cor-de-rosa, dá uma performance sincera desta balada indie tingida de electro-pop, maravilhosamente íntima e contemporânea. Simplesmente adorável. Será que Portugal pode vencer duas vezes seguidas?“, resumem.

No entanto, e apesar das palavras simpáticas, o diário londrino apresenta como favorita a canção de Israel, que é descrita como “a favorita dos apostadores”. “A canção já tem 12 milhões de views no YouTube, mais do que qualquer outra entrada. Além disso, é uma das mais divertidas, interessantes e excitantes canções da história da Eurovisão, com um sentido de humor vibrante e peculiar“.

Netta, a intérprete, é descrita como uma intérprete com personalidade, “como se cruzássemos o Jack Black com a Meghan Trainor”, intercalando uma “sassiness sem barreiras com uma fabulosa imitação de galinha”. Toy está “garantida na final e pode facilmente ganhar por Israel”, sublinha o Telegraph.

O artigo, em jeito de balanço para o Festival que acontece daqui a menos de um mês, chama ainda à atenção para a grande abrangência de géneros musicais: “Do heavy metal ao country e western até à pop, passando pelo folk balcânico e rap questionável“.

Consulta aqui o top10:

  1. Israel – Netta, Toy
    2. República Checa – Mikolas Josef, Lie To Me
    3. Estónia – Elina Nechayeva, La Forza
    4. Lituânia – Ieva Zasimauskaitė, When We’re Old
    5. Portugal – Cláudia Pascoal, O Jardim
    6. Áustria – Cesar Sampson, Nobody But You
    7. Reino Unido – SuRie, Storm
    8. Suécia – Benjamin Ingrosso, Dance You Off
    9. Finlândia – Saara Aalto, Monsters
    10. França – Madame Monsieur, Mercy