É já esta quinta-feira (12) que três importantes nomes do jornalismo se reúnem na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (NOVA FCSH) para partilhar as suas experiências enquanto jornalistas de investigação e para apresentar os desafios que encontram pelo caminho. 

jornalismo

Foto: Divulgação

Catarina Gomes, freelancer, Pedro Coelho, jornalista da SIC, e Teresa Abecassis, jornalista da Rádio Renascença, vão estar à conversa com a moderação de Marisa Torres da Silva, professora da instituição.

Este evento está inserido no Ciclo de Comunicação, um conjunto de conferências dinamizado pelo Núcleo de Estudos de Ciências da Comunicação e que decorre nos dias 11 e 12 de abril e 9 e 10 de maio no Auditório 3 da Torre B da NOVA FCSH.

Nos quatro dias, decorrerão quatro conferências, cada uma dedicada a cada uma das quatro vertentes do curso de Ciências da Comunicação (Jornalismo, Comunicação Estratégica, Cinema e Televisão e Comunicação, Cultura e Artes).

Jornalismo

Foto: divulgação

Os convidados

Catarina Gomes foi jornalista no Público durante mais de 20 anos e é atualmente freelancer. Estudou Comunicação Social e Cultural na Universidade Católica. Em 2002, tirou o mestrado de Sciences in Media and Communication na London School of Economics and Political Science. É autora do livro Pai, tiveste medo? e foi já vencedora do Prémio Gazeta Multimédia, em 2014, do Prémio AMI-Jornalismo contra a Indiferença e do Prémio Internacional de Jornalismo Rei de Espanha, ambos em 2015.

Pedro Coelho é professor auxiliar convidado na NOVA FCSH e grande repórter de investigação da SIC. Doutorado em Estudo dos Media e do Jornalismo pela NOVA FCSH e autor de vários artigos científicos e três livros sobre jornalismo, começou por fazer rádio, mas foi na televisão que consolidou o seu percurso, tendo sido distinguido, em 2014, com o Prémio Gazeta de Televisão pela reportagem “Depois da Fraude”.

Teresa Abecasis juntou-se à equipa Renascença onde ajudou na construção da plataforma multimédia. Jornalista há onze anos, é licenciada em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social em Lisboa. Em 2016, ganhou o Prémio Gazeta Multimédia com uma das suas muitas histórias, “O Cemitério dos Vivos”.